Ainda não vemos carros a voar por aí nem autoestradas no céu. A roupa ainda não fala connosco nem se adapta ao corpo de cada um. Mas era assim que em 1980 se imaginava o futuro, pelo menos o futuro criado por Robert Zemeckis, realizador do “Regresso ao Futuro”.

Mas numa coisa Robert foi certeiro. Marty McFly, interpretado por Michael J. Fox, usava uns ténis que se apertavam sozinhos e agora, em 2018, a realidade suplantou a ficção.

Sabe porque é que andam a queimar ténis e produtos da Nike?

Demorou mais quatro anos do que o esperado, uma vez que o dia que Marty escolhe para espreitar o futuro é 21 de outubro de 2015, mas a Nike anunciou que, em 2019, vai pôr no mercado uns ténis que, não só se apertam sozinhos, como são indicados para quem pratica desporto, direcionado especialmente para basquetebolistas.

Os ténis não são uma novidade, uma vez que, em 2015, a Nike mostrou ao mundo modelo semelhante mas que, além de custarem mais de 700 dólares (600 euros), não estavam aptos para a prática de desporto. Na altura, Michael J. Fox fez questão de experimentá-los e os ténis acabaram por ser leiloados, com todo o dinheiro a reverter para a Michael J. Fox Foundation, que apoia pessoas que, tal como o ator, sofrem de Parkinson.

A Nike não avança pormenores sobre o novo modelo, mas já anunciou o preço. Vão custar 350 dólares (cerca de 306 euros) e vão estar à venda algures na primavera.