As pessoas param, espreitam, perguntam o que se vende por ali, questionam se é um restaurante, se é um café ou um sítio onde podem comprar comida para levar para casa. A curiosidade dá lugar à surpresa quando Francisco Simões, o homem por trás do projeto, responde que na Affettato Salumeria é um pouco disso tudo. Senão vejamos.

Há bruschettas, cafés e sumos para pequeno-almoço, saladas e paninos para almoçar e jantar e tábuas de queijos e enchidos para todas as horas.

Quando decidiu abrir esta charcutaria no Saldanha, em Lisboa, pensou em todos os que lá trabalham e precisam de um sítio para almoçar e por todos os que lá passam e podem, simplesmente, fazer uma pausa entre o trabalho e a ida para casa. “É um hábito que os espanhóis e os italianos têm e que em Portugal ainda não é comum”, lembra Francisco.

6 fotos

É por isso que no espaço aberto há poucas semanas há opções para pequeno-almoço, almoço e jantar, mas o forte da casa são mesmo as tábuas de queijos e enchidos italianos, ideais para comer nessa tal pausa entre o trabalho e o regresso a casa. Além disso, tudo o que provarem por aqui, podem levar para comer em casa.

Esqueça o bacon e as natas. O chef Tanka ensina a fazer a verdadeira carbonara

“Ainda há dias tive cá um casal a lanchar que, no dia seguinte, veio comprar queijos que tinham provado para um jantar de amigos que iam dar em casa”, conta.

Esta é a primeira experiência na área da restauração de Francisco, ainda que, indiretamente, já trabalhasse com a matéria prima que vende na Salumeria há algum tempo. Era responsável pelos procedimentos logísticos da Negrini, uma empresa de produtos alimentares italianos e que agora é a fornecedora de tudo o que se vende no restaurante.

Os queijos e enchidos estão todos expostos numa carrinha amarela que serve de montra ao que de mais italiano se pode servir em forma de tábua, panino ou salada.

Há vários tipos de mortadela, prosciutto, porchetta, pancetta, mozzarella, queijo tomino ou provolone. Se tiver dúvidas sobre cada um deles, Francisco tem a escola toda e diz-lhe quais deve comer quentes, frios, com pão, em saladas ou qual a bebida que melhor acompanha o petisco. E aqui, também, é tudo Made in Italy: há limoncello, gin italiano, aperol e grapa.

Toda a charcutaria e os queijos podem ser levados para casa, mas todos servem também como ingredientes principais do que é servido na Affettato.

A salada Piemontese (5,95€), por exemplo, leva uma base de verduras conservadas em azeite, queijo tomini (típico do norte de Itália), miolo de noz, mel e crouton siciliano. Já a Valtelinese (5,95€) é feita com mistura de agrião e rúcula, bresado (carpacio de bovino italiano), lascas de queijo parmesão, miolo de amêndoa crouton siciliano.

Grom. A nova gelataria italiana chega a Lisboa e traz gelados naturais e orgânicos

Os paninos podem ser de porchetta (uma espécie de leitão, mas à italiana), azeitona, alface, mostarda e uma conserva caseira de cebola no caso de escolher o Romano (4€) ou, se preferir o Milano (4€), saiba que é feito com gispeck (presunto levemente fumado), queijo gorgonzola, agrião e miolo de noz.

Para o aperitivo de fim de dia, mas que serve perfeitamente de almoço ou jantar, existem as tábuas, de vários tamanhos e onde cabem vários sabores.

A pequena custa entre 10€ e 15€, consoante o tipo e charcutaria e queijo escolhidos e inclui dois produtos, dois complementos (pesto, mel, azeite, nduja (pasta de malagueta) ou taralli (biscoitos salgados) e duas bebidas. As tábuas grandes dão direito a cinco produtos, dois complementos e duas bebidas e custam entre 20€ e 30€.

Affettato Salumeria

Mostrar Esconder

Morada: Avenida 5 de Outubro, 51A, Lisboa

Horário: 10h-21h, quinta e sexta 10h-22h, sábado 16h30-22h (fecha ao domingo)

 

Quem se sentir perdido na hora de escolher os produtos e combinar os sabores conta a ajuda de Francisco, que está em permanência na loja à espera de quem queira partilhar esta paixão pela comida. “Até agora, só encontrei duas experiências tão enriquecedoras quanto comer: ler um livro e viajar”, admite. E entre uma página e outra, ou entre voos para apanhar, sentemo-nos a esta mesa genuinamente italiana.