Fomos experimentar a nova massagem do Myriad — e fomos (mesmo) massajados dos pés à cabeça

Ficámos rendidos a este tratamento inspirado em terapias chinesas, cujo objetivo é relaxar corpo e mente. E até nos estacionam o carro.

Todas as salas de tratamento têm vista para o Tejo

Adoro massagens. Acho importante salientar este facto à partida, para que entendam bem a satisfação que tenho de cada vez que marco ou tenho a oportunidade de experimentar um tratamento do género. Assim sendo, toda eu pulei de alegria quando fui convidada a usufruir da nova massagem do Sayanna Wellness — o spa do hotel Myriad by Sana Hotels —, um tratamento de corpo inteiro inspirado em terapias chinesas.

Mesmo antes de chegar ao spa, sou agradavelmente surpreendida com um dos serviços do hotel: em vez de perder largos minutos à procura de lugar onde estacionar o carro, entrego a chave ao mordomo à porta do edifício, que o vai estacionar. Mediante disponibilidade do parque, este serviço está disponível para qualquer cliente do spa com uma marcação, sem qualquer custo extra — e vamos admitir que, prestes a entrar num mundo de relaxamento, é bastante simpático não termos de perder tempo ou paciência com estacionamentos.

A própria localização do hotel convida à paz, ou não estivéssemos à beira rio, em pleno coração do Parque das Nações — e é neste mood que subimos até ao 23º andar, onde se localiza o spa. Se a alegria já era muita devido à massagem, aumenta exponencialmente quando entramos na sala de tratamento. Com uma vista incrível do rio Tejo, nunca uma massagem foi acompanhada de um cenário tão idílico.

Sayanna Wellness

Cais das Naus, Lote 2.21.01
Parque das Nações
Lisboa
Telefone: 211 107690
www.sayannawellness.com

Tal como nos explica Selésia Mateus, a spa manager do Sayanna Wellness, esta massagem inspirada em terapias chinesas tem como objetivo “ajudar a harmonizar a energia no corpo. Alivia também a tensão muscular, ajuda a relaxar os músculos, e equilibra a energia yin yang (positiva e negativa)”, salienta a spa manager, que a considera, acima de tudo, ideal para descontrair “corpo e mente”.

Descrito como um tratamento de corpo inteiro, esta expressão traduz completamente o que se passa nesta massagem: ao contrário de outros tratamentos que já experimentei, em que corpo inteiro significa uma ação da terapeuta nas costas, pernas e pouco mais, aqui todo o corpo é mesmo trabalhado — dos pés à cabeça.

O tratamento começa com um ritual de pés, onde a terapeuta os massaja com a ajuda de um esfoliante com pétalas de rosa, rodelas de lima e de limão, ritual que antecede todos os tratamentos deste spa. A massagem em si “consiste num trabalho da terapeuta nos vários pontos de pressão do corpo, tal como nas terapias chinesas que, para além da reflexologia (que espelha os vários orgãos e sistemas do corpo), são muito baseadas nos pontos de pressão e no relaxamento dos mesmos” explica Selésia Mateus.

Trocando por miúdos, esta é provavelmente uma das massagens mais completas que já experimentei: com uma pressão forte mas não demasiado intensa, a terapeuta perdeu largos minutos nas minhas costas, dedicada a livrar-me dos nós e do stresse, missão que foi bem sucedida na totalidade. Depois do trabalho nas pernas, dedicou cerca de meia hora aos pés e, caso pense que tal é um exagero, asseguro-lhe que não é verdade — é incrível o relaxamento que senti com o foco nos pontos de pressão nesta parte do corpo.

Como se não bastasse, o tratamento ainda termina com uma massagem à cabeça (não se preocupe com o óleo no cabelo, pode tomar duche logo a seguir nos balneários) e uma limpeza facial para que, para além de relaxadas, consigamos ficar com uma pele de princesa.

Se marcar um tratamento no spa, tem acesso gratuito à piscina, sauna, banho turco e ginásio

Francisco Nogueira

Após o tratamento, ainda tenho oportunidade de provar um chá oolong, uma mistura chinesa entre o chá verde e o preto, à beira da piscina interior, também ela com vista panorâmica, acessível aos clientes do spa. “Independentemente da hora para que está marcado o tratamento, os clientes têm acesso total ao spa nesse dia, entre as 9 e as 22 horas, onde podem usufruir da piscina, do banho turco, da sauna e do ginásio”, informa Selésia Mateus.

Indicada para todas as pessoas a partir dos 16 anos, com as mesmas contraindicações que a maioria dos tratamentos (não é adequada para grávidas, por exemplo), esta massagem tem uma duração de 90 minutos e um custo de 140€. Mas atenção, caso a queira experimentar, é melhor que se apresse — a massagem inspirada em terapias chinesas só está disponível até dia 31 de dezembro.

“Os nossos tratamentos, regra geral, são alterados a cada dois meses”, afirma a spa manager, que avisa que, caso já não vá a tempo de usufruir desta massagem, pode optar por uma alternativa bastante semelhante. “A nossa massagem Sayanna, o tratamento de assinatura, também se foca no relaxamento. A única diferença é que utiliza pedras quentes no trabalho efetuado nas costas”, conclui Selésia Mateus.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]