Eles preferem sempre uma chave a um brinquedo?

, por Catarina da Eira Ballestero