De Ryan ToysReview até Logan Paul, estes são os 10 youtubers mais bem pagos do mundo

Só os irmãos Paul arrecadaram mais de 30 milhões de euros em 2018. Mas há mais.

PewDiePie faz parte desta lista exclusivamente masculina com canais de YouTube focados em videojogos

São a profissão de sonho da próxima geração. Trabalham em casa, são gestores das próprias carreiras e dos conteúdos que produzem. Se isto não fossem razões suficientes para ambicionar ser youtuber, existe sempre o lado do dinheiro: atualmente há mesmo quem ganhe milhões de euros.

Basta olhar para a lista com os nomes dos youtubers mais bem pagos em 2018 que a revista “Forbes” divulgou. Este ranking foi elaborado com base nos lucros obtidos entre junho de 2017 a junho de 2018, tendo em conta não só a monetização dos vídeos como o merchadishing e outro tipo de projetos online e offline.

No total, os 10 youtubers mais ricos arrecadaram quase 160 milhões de euros num ano.

10. Logan Paul (23 anos) — 12.7 milhões de euros

Logan Paul é um youtuber norte-americano extremamente bem sucedido, que ocupava o quarto lugar desta lista em 2017, mas cuja carreira tremeu após publicar um vídeo em que aparecia uma pessoa enforcada.

A polémica surgiu durante um vlog da sua viagem ao Japão em que Logan visitou uma floresta conhecida pelos suicídios que aí decorrem. O youtuber não só expôs a situação como fez algumas piadas relativamente ao assunto. O vídeo já foi retirado e Logan foi obrigado a justificar-se. Apesar disso, o seu canal continuou a ganhar subscritores e Logan Paul continuou a fazer dinheiro com merchandise e aparições públicas.

Em 2018, o seu canal ficou particularmente marcado pela rivalidade com outro youtuber, KSI. Existem vários vídeos sobre o assunto que são dos mais vistos da plataforma.

A carreira de Logan não está só ligada ao online, o youtuber já participou nas séries  “Law & Order: Special Victims Unit” e “Weird Loners” e escreveu a comédia descrita como o “American Pie” da geração Z, o filme “Airplane Mode”.

9. PewDiePie (29 anos) — 13,6 milhões de euros

Este é o youtuber sueco que soma mais seguidores do que qualquer outro na plataforma online, com mais de 73 milhões inscritos no canal — para Felix Kjelberg, o nome real de PewDiePie, os fãs são mesmo o seu “bro army”.

Segundo a revista “Forbes”, o comediante de 29 anos ganha até 394 mil euros por um vídeo patrocinado, o tipo de informação que ele preferia não ver divulgada. PewDiePie repudia notícias que se focam nos seus lucros, alegando que a sua felicidade não aumentou desde que começou a ganhar mais e que não gosta de ser famoso.

O seu canal de YouTube é particularmente conhecido pelos vídeos de comentários e reações a jogos, sobretudo os mais underground e indie. Para além disso, esta estrela do digital já participou em dois episódios da 18ª temporada de South Park (uma das suas séries favoritas), tendo ainda lançado o seu próprio videojogo e um livro: “This Book Loves You”.

8. Jacksepticeye (28 anos) — 14 milhões de euros

Seán William McLoughlin é um dos youtubers mais conhecidos atualmente, não só pela sua energia como pela sua já clássica introdução: “Top of the mornin’ to ya laddies! My name is Jacksepticeye!”. Em março de 2018, o canal deste irlandês possuia um total de 9 mil milhões de visualizações e mais de 18,4 milhões de inscritos.

Além do sucesso no YouTube, Jacksepticeye fez parte de uma série para a Disney XD (um canal de televisão vocacionado para crianças e jovens), é apresentador em vários espetáculos e eventos online na Europa e nos Estados Unidos e está, ainda, a desenvolver conteúdos exclusivos para a plataforma de livestreaming Twitch.

7. VanossGaming (26 anos) — 14,9 milhões de euros

Evan Fong não jogava videojogos quando era criança; agora faz deles carreira com o seu canal de YouTube. A receita parece simples. “É ele e o seu grupo de amigos a conversar, a rir, a fazer piadas sobre jogos populares como ‘Grand Theft Auto V’ ou ‘Call of Duty: World at War'”  diz a Canadian Broadcasting Corporation” (CBS) sobre um típico vídeo de VanossGaming.

O youtuber canadiano, que deixou de estudar economia para trabalhar a tempo inteiro no seu canal, recorda os “primeiros tempos quando mil visualizações era algo totalmente extraordinário” para ele. Hoje, o seu conteúdo no YouTube é visto por um milhão, e isto num dia mau.

Tem 23 milhões de inscritos e justifica o seu sucesso com um crescente interesse no mundo dos videojogos. “Se tu realmente gostas do jogo online, não há nada para ti na televisão. Eu penso que esta é grande razão pela qual as pessoas preferem ir ao Youtube”, concluiu Evan Fong numa entrevista à CBS.  

Paralelamente, foi diretor criativo do jogo ” Dead Realm” e participou numa série de vídeos de animação. A música é também um sonho para este youtuber, tendo lançado várias músicas e remixs sob o pseudónimo de Rynx.

6. Markiplier (29 anos)  — 15,3 milhões de euros

É um dos canais mais populares no YouTube desde 2013. Mark Edward Fischbach ou “Markiplier” é um youtuber havaiano especialista em videojogos de sobrevivência e terror.

Tal como outros nesta lista, abandonou os estudos para investir na carreira no YouTube. Foi um dos primeiros a ser considerado youtuber profissional e leva esta ocupação muito a sério. Numa entrevista ao site “Polygon” revelou estar preocupado com o futuro da plataforma, porque cada vez há mais youtubers a desejar fama fácil e para tal a criar dramas e rivalidades falsas a troco de visualizações, algo que Mark qualifica como “desonesto e de alguém sem talento algum”.

Markiplier é conhecido pelas suas ações solidárias, tendo feito várias recolhas de fundos para diversas instituições. A revista “Forbes” destacou-o como uma das 30 pessoas mais influentes com menos de 30 anos e, em 2016, ganhou o prémio da Celebridade do Ano na Make-A-Wish Foundation Award Ceremony.

5. Jeffree Star (33 anos) — 15,8 milhões de euros

Foi uma das maiores personalidades do MySpace e quando fez a sua transição para o YouTube o seu sucesso manteve-se.

Provavelmente um dos poucos youtubers desta lista que não é gamer — o norte-americano faz tutoriais e reviews de maquilhagem — chama-se Jeffrey Lynn Steininger mas é conhecido por Jeffree Star.

Em 2014, lançou a marca “Jeffree Star Cosmetics” (à venda em Portugal desde este ano) com uma forte mensagem nas redes sociais: uma imagem dele dentro de um caixão cor de rosa com a frase: “Makeup that you’ll die for” . O sucesso foi tão grande que recentemente abriu a sua primeira loja física.

O youtuber e maquilhador nem sempre lida bem com a fama. “Tu podes estar num restaurante com a tua família, com um pedaço de frango na boca e alguém aparecer [a dizer qualquer coisa] do tipo, ‘Com licença, desculpe incomodar’. As pessoas fazem-me sentir má pessoa porque não me quero levantar quando estou a comer para tirar uma selfie”, explicou à revista “Cosmopolitan”.

Jeffree Star é também conhecido pelas suas polémicas. Discutiu com Kim Kardashian West, Kat Von D e com Kyle Jenner, tendo acabado por comentar o assunto em alguns dos seus vídeos. 

4. DanTDM (27 anos) — 16, 2 milhões de euros

No ano passado ocupava o primeiro lugar desta lista com um lucro de 14,5 milhões de euros, mas mesmo tendo aumentado o valor este ano, DanTDM não conseguiu chegar o pódio. Chama-se Daniel Robert Middleton, é britânico e uma das personalidade do YouTube associada aos videojogos.

Começou em 2010 com conteúdos dedicados ao Pokémon, com o pseudónimo de “PokemanDanLv45”. Dois anos depois, criou um canal mais profissional relacionado com o jogo Minecraft e orientado para crianças. Este segundo canal começou como “The Diamond Minecart” mas eventualmente foi alterado para o seu nome atual.

Outro facto curioso sobre este youtuber é que ele só mostrou a cara e se deu a conhecer à internet após atingir o marco dos 100 mil subscritores.

DanTDM é também regularmente convidado para conferências de gaming, publicou um livro e tem merchandising próprio. Em 2017, lançou uma série, “DanTDM Creates a Big Scene”, exclusiva para o YouTube Red (serviço de assinatura do YouTube) e recentemente participou no filme da Disney “Ralph vs a Internet” como eBoy.

3. Dude Perfect (entre 29 e 31 anos) — 17, 5 milhões de euros

DudePerfect é um canal norte-americano focado em desporto,  truques  e acrobacias. O canal é produzido e coordenado por um grupo de cinco pessoas: os gémeos Cory e Coby Cotton, Garrett Hilbert, Cody Jones e Tyler Toney, todos ex-colegas da equipa de basquetebol da Texas A&M University.

O conteúdo deste canal consiste sobretudo em coletâneas de truques e feitos físicos ao som de músicas animadas. Também são comuns batalhas entre os seus membros: geralmente dois elementos do Dude Perfect competem um contra o outro num dado jogo, com regras ou elementos originais.

Fora do YouTube, este grupo já lançou quatro jogos para o telemóvel (tanto para iOS como para Android), um livro e um programa de televisão no canal Nickelodeon. Têm também merchandising próprio.

2. Jake Paul (21 anos) — 18,9 milhões de euros

Tem 21 anos, é o irmão mais novo do décimo classificado desta lista e foi estrela da Disney. A revista “Forbes” justifica a atribuição deste segundo lugar ao seu “próspero negócio de merchandising”.

Jake Paul começou a sua carreira na plataforma Vine, com cinco milhões de subscritores, e agora faz vlogs e videoclips no YouTube. Segundo o jornal “Business Insider“, Jake tem sensivelmente 17 milhões de pessoas por semana a assistir aos seus vídeos. 

Foi ator e desempenhou o papel de Dirk na série do Disney Channel “Bizaardvark“, contudo foi afastado do projeto, por razões desconhecidas a meio da segunda temporada. A sua carreira na música também não é lá muito promissora, não fora um dos seus temas “It’s Everyday Bro”,  ter sido um dos conteúdos com mais reações negativas da história do YouTube — 4 milhões de pessoas clicaram no botão de “não gosto”.

Jake Paul também não está imune à controvérsia. Para além de estar envolvido num processo judicial por queixas de barulho dos seus vizinhos, o youtuber norte-americano foi muito criticado por ter algum conteúdo inapropriado no seu canal, como é o caso do vídeo “Perdi minha virgindade“, que muitos consideraram inadequado para o seu público jovem.

1. Ryan ToysReview (7 anos) — 19,2 milhões de euros

Já lhe falamos dele. Tem 7 anos e desde 2015 que os pais começaram a gravar as suas reações e avaliações de brinquedos. O seu canal conta com mais de 17 milhões de subscritores, números pequenos quando comparados com os de outros nomes já mencionados neste artigo. Este primeiro lugar no ranking de quem mais lucra na plataforma online YouTube é justificado pela sua “crescente influência na indústria de brinquedos que ajudou a família a duplicar o seu rendimento”, afirmou o jornal “Business Insider“.

A marca Ryan ToysReview tem uma linha de brinquedos em parceria exclusiva com a cadeia Walmart. Faz, ainda, parte de um projeto que estabelece uma parceria entre o Youtube e o pocket.watch e a Bonkers Toys para criar uma nova linha de brinquedos licenciados e livros associados à marca da plataforma online.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]