As histórias emocionantes do Pai Natal do Colombo

Trabalhou 32 anos na banca e quando se reformou virou Pai Natal. Já lhe pediram droga, irmãos e já lidou com a morte e insinuações sérias.

Por Fábio Martins