Knickers, o boi australiano que é da altura do Michael Jordan

Pesa 1400 quilos e, se não fosse por isto, já teria sido morta. Tem perto de dois metros e é a rainha do seu pasto.

A Knickers é o rei do seu pasto. Quando ele se levanta, todas as outras vacas a seguem

Parece uma montagem, mas vários meios de comunicação social, incluindo a “New York Magazine“, a “Insider“, a “BBC News” ou a “Australia ‘s ABC News“, já vieram provar que não.

A Knickers, o boi malhado australiano gigante, é real. Mede quase dois metros (o que já lhe valeu comparações com o jogador americano da NBA Michael Jordan) e tem um peso muito pouco modesto. São 1400 quilos, número que o salvou de ser morto.

O dono, Geogg Pearson, confirmou à Australia’s ABC News: “Ele era muito grande para entrar na cadeia da fábrica de exportação”, disse. “Temos uma grande rotatividade de gado e ele teve a sorte de ficar para trás.”

Segundo relata a “BBC News“, “Pearson tentou colocá-lo em leilão no mês passado, mas os processadores de carne não podiam lidar com ele.” Por causa desta espécie de “traição”, uma jornalista da “New York Magazine” pede que soltem o Knickers: “Por causa disto tudo, uma proposta modesta: libertem o Knickers, que esteve tão perto da traição.” E remata: “Já agora, libertem todas as vacas.”

Mas o boi gigante parece estar bem integrado naquele sítio. A Knickers é o boi mais popular do pasto: “Sempre que ele se quer levantar e começa a andar, há um rasto de centenas de cabeças de gado a segui-lo. Todos sabemos quando o Knickers está em movimento.”

As suas características não são comuns a todos os outros animais da sua raça. É um Holstein-Friesian que, segundo a revista “Insider”, é espécie que tem, por norma, cerca de 1,5 metros e pesa 680 quilos.

Entretanto, o Twitter já deu conta daquele que é considerada o maior boi australiano.

De acordo com o Guiness World Records, o bovino mais alto do mundo está em Itália. É um boi Chianina, chama-se Belino e a sua altura ultrapassa os dois metros.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]