Kim Kardashian revelou que casou e gravou a sua sex tape sob o efeito de ecstasy

As declarações foram feitas durante o último episódio do programa "Keeping Up With The Kardashians" e estão a agitar as redes sociais.

O vídeo que tornou a socialite conhecida ganha agora novos contornos

A família mais famosa de Calabasas parece um poço sem fim de polémicas e revelações que agitam as redes sociais, comunicação social e, claro os fãs. Traições, divórcios, mudanças de género, esgotamentos emocionais e drogas fazem parte da história das Kardashians. O último episódio do seu programa “Keeping Up With The Kardashian” (no canal E!) trouxe mais uma controvérsia.

Numa conversa com Scott Disick e Kendall Jenner sobre a sua “altura mais louca”, a socialite revelou ter consumido ecstasy e ter tomado algumas decisões menos acertadas sob o efeito de drogas: “Eu tomei ecstasy uma vez e casei-me e tomei ecstasy novamente e fiz uma fita de sexo. Tudo de mal teria acontecido [se tivesse continuado a tomar]”.

A sex tape remonta ao início da fama de Kim Kardashian. O vídeo privado foi gravado com um antigo namorado, o Ray J e divulgado em 2007 tendo-se tornado viral, dando-lhe grande visibilidade mediática. Segundo Kim, não é segredo que a gravação tenha sido feita sob o efeito de ecstasy, apesar da surpresa da irmã e do ex-cunhado: “Toda a gente sabe. O meu maxilar estava a tremer o tempo todo”.

Já sobre o casamento, realizado em segredo em Las Vegas com o produtor musical Damon Thomas, quando tinha somente 19 anos, Kim não deu mais pormenores. A união durou quatro anos.

No final do episódio, Kim justificou-se e disse que passou por uma fase rebelde no final da sua juventude. “Kendall não sabe nada. Eu ainda me divirto. Não se confundam, eu sou sempre a alma da festa”, rematou, segundo o BuzzFeed.

Os fãs já reagiram a esta notícia, revelando-se chocados. Nas redes sociais as opiniões dividem-se: existe quem aplauda Kim Kardashian por ser tão sincera e humana e quem a acuse de ser uma má influência para os seus fãs jovens.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]