É muito provável que depois de lerem este artigo digam (e com toda a razão) que sou uma grande lamechas. Mas tenho de vos confessar: apesar de o Natal estar associado a um grande consumismo, para mim há muito mais a dizer sobre esta época. É das alturas mais especiais do ano.

Não me vou alongar agora sobre qual o verdadeiro significado para mim (talvez seja uma excelente ideia para outro artigo da Maggie), mas sim sobre outra coisa que o Natal também tem de muito bom: os filmes.

Depois de um dia agitado e bem frio — eles agora já começam a ser verdadeiramente invernosos —, um dos meus programas preferidos é sentar-me no sofá com uma caneca repleta de chocolate quente e um pacote de pipocas, ligar a televisão e devorar filmes de Natal bons e outros bem pirosos. E, na Netflix, isso é coisa que não falta!

Por isso, deixo-vos aqui aqueles que já me conquistaram, um para cada dia da semana.

“A Christmas Prince”

Com realização de Alex Zamm, o filme conta a história de uma jovem jornalista que é enviada para a Aldovia para cobrir a subida ao trono do príncipe Richard. É então que vai nascer uma história de amor improvável e que ultrapassa todos os obstáculos.

“Christmas Inheritance”

Antes de ser colocada à frente da empresa que o pai chefia, Ellen tem de entregar uma carta de Natal ao antigo sócio do seu pai que vive numa vila onde ela nunca esteve. Quando chega lá, uma tempestade impede-a de voltar para a cidade e ela vai conhecer uma pessoa improvável.

“Christmas with a View”

Um chef famoso, uma chef que não conseguiu conquistar aquilo que queria e uma véspera de Natal a bater à porta. Estão todos os ingredientes reunidos para ambos se depararem com sentimentos que vão mudar a vida de ambos.

“You Can’t Fight Christmas”

https://www.youtube.com/watch?v=b6z__6xgAoE

A designer Leslie é a maior fã de sempre do Natal e adora decorar o lobby de um hotel onde trabalha. E é exatamente num Natal que fica a conhecer o dono deste espaço.

“A Dogwalker’s Christmas Tale”

Uma rapariga jovem mimada é forçada a aceitar um trabalho para passear cães e fica bastante entusiasmada quando descobre que vão construir um spa num parque onde ela costuma levar os bichos. Só que, sem esperar, vai ser obrigada a escolher entre ajudar na construção deste spa ou manter o jardim para os animais.

“The Holiday Calendar”

Uma simpática fotógrafa herda um calendário, mas o que ela não sabe é que este tem poderes especiais.

“Merry Kissmas”

Apesar de estar noiva daquele que pensava ser o homem dos seus sonhos, um desconhecido fá-la mudar de ideias e mostra-lhe o que é o amor.

De todos estes, aquele que mais captou a minha atenção foi… conseguem adivinhar? “Christmas Prince”! Eu sei, eu sei, maior cliché é impossível: uma rapariga jornalista, um príncipe demasiado charmoso e, claro, uma história de amor retirada de um conto de fadas. Tudo isto irreal num mundo verídico. Daqueles filmes em que consegues sempre antever qual a cena seguinte… faz-me tão bem à cabeça, de vez em quando! Se há época onde é permitido sonhar, é agora (espero, obviamente, que os vossos sonhos estejam sempre presentes durante o ano inteiro e não apenas neste mês de dezembro). É claro que, além destes, têm os clássicos que já são conhecidos entre todos, como o “Sozinho em Casa” ou “O Amor Acontece”.
E por aí? Já viram algum dos que vos recomendei? Ou têm alguma sugestão para mim?