Há a noite do Bairro Alto, que desliza até ao Cais do Sodré e que se arrasta até ao Lux. Os mais corajosos podem continuar a noite (ou a manhã) nos afters de Santos e os mais cautelosos podem até apostar nas matinés de domingos, uma boa forma de tornar o final do fim de semana menos doloroso.

O que ainda ninguém se tinha lembrado por cá era em festas feitas durante a manhã. E quando aqui falamos de manhã, é manhã cedo.

Das 7h às 10h, há agora o chamado Regabofe Matinal, uma festa organizada por um casal que quer fugir da área da gestão, na qual os dois trabalham, para uma realidade paralela, onde há música, dj e shots ainda antes de o sol nascer.

A entrada na festa da direito a uma bebida, música e a, seguramente, ir mais bem disposto para o trabalho

Miguel Pires, que viveu em Varsóvia e em Londres, cidades onde estas festas são mais comuns, quis trazer o conceito para Portugal. Desafiou a namorada, Joana Sousa Lara, e juntos organizaram a primeira edição, no dia 7 de novembro, num passo arriscado tendo em conta que estávamos numa Lisboa com os olhos postos na Web Summit.

“Mesmo assim, e apenas com um evento criado no Facebook, tivemos mais de 30 pessoas”, conta Joana à MAGG.

O próximo já tem dia marcado: 5 de dezembro. A regularidade, para já, fica-se pela primeira quarta-feira de cada mês, mas a ideia é replicar o evento durante o mês e em sítios diferentes da cidade. “Estamos de olho na zona do Marquês de Pombal, onde passa sempre muita gente a caminho do trabalho”, refere.

As desculpas mais inacreditáveis para faltar ao trabalho

Para já, as festas acontecem no Juicy, um restaurante da baixa de Lisboa, que prepara um menu de pequeno-almoço com direito a sumos e shots saudáveis, rolls de pão caseiro com doce, pudins de chia, bolachas e outros snacks.

A música fica a cargo de Miguel, que promete um estilo electro-funky-disco “Sem piradinhas e MCs Marcinhos”, garante.

A entrada custa 5€ e inclui ainda uma bebida. Relembramos que são sete da manhã e, por isso, é melhor esquecer o gin com pétalas de rosa. Há cappuccinos, lattes, café ou chá. É que parece que não, mas depois disto há um dia de trabalho pela frente.