Já se sabe em que mês chega a nova e última temporada de “A Guerra dos Tronos”

Os novos episódios prometem mais momentos de tensão e violência, com o aproximação dos white walkers aos reinos de Westeros.

A nova temporada vai contar apenas com seis episódios

HBO

O inverno está a chegar e não nos referimos (só) à estação. Depois de muita especulação acerca de um dos regressos televisivos mais esperados do ano, a HBO anunciou finalmente a data de estreia da oitava e última temporada de “A Guerra dos Tronos”.

O anúncio foi feito esta terça-feira, 13 de novembro, através de um pequeno vídeo promocional que mostra vários momentos das temporadas anteriores como forma de criar suspense para o que vai acontecer. Já pode marcar no calendário: abril de 2019 é quando a estação de televisão pretende dar a conhecer a nova temporada, que se espera que seja mais intensa, violenta e curta.

É que ao contrário do que tem vindo a ser habitual, a nova temporada vai contar apenas com seis episódios (e não dez). O anúncio foi feito em 2017 pelos realizadores David Benioff (“A Última Hora”) e D.B Weiss (“Nunca Chove em Filadélfia”), mas nem tudo são más notícias. É que apesar de a oitava temporada ser a mais pequena de todas, isso não significa que os episódios sejam mais curtos.

A ideia, segundo os realizadores, é que cada novo episódio conte com mais de 40 minutos e que sejam vistos como mini-filmes — um pouco à semelhança do que aconteceu no episódio final da sétima temporada, que durou um total de 1h22. Apesar de para já só se conhecer o mês de estreia da nova temporada, sabe-se que o guião promete trazer uma conclusão à história e a todas as personagens envolvidas.

Em entrevista à revista “Vulture”, a atriz Emilia Clarke (“Viver Depois de Ti”), que na série interpreta Daenerys Targaryen, disse não ter dúvidas que o final da série iria “deixar toda a gente de boca aberta, para o bem e para o mal” numa altura em que, depois de sete temporadas, os white walkers caminham finalmente em direção a Westeros e com o intuito de fazer estragos pelos Sete Reinos.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]