Web Summit, dia 4. As 5 ideias mais fixes

Uma app que liga animais a pessoas ou um software que promete diminuir o número de devoluções de compras online são algumas das novidades.

Para muita gente, as conferências, onde estão presentes alguns dos maiores empreendedores e diretores de empresas do mundo, são o que de melhor há para ver na Web Summit, mas há muito mais mundo para lá das palestras. A MAGG andou a circular pelos vários pavilhões à procura do que de mais criativo está a acontecer. E no quarto dia, chamou-nos a atenção um drone que ajuda a polícia a resolver acidentes de carro, uma app para adoção de animais ou ainda um software que cria um modelo da pessoa em 3D para diminuir o número de devoluções de compras online.

GoApp — a plataforma que o ajuda a adotar um animal e encontrá-lo caso se perca

Para já a app tem apenas cães e gatos, mas em breve terá vários outros animais

Encontrar uma casa para animais abandonados ou que estão em abrigos para adoção é o objetivo desta app criada por quatro brasileiros que se assumem, acima de tudo, como apaixonados por animais. Depois de Marcela Grezes, uma das fundadoras, ter adotado um gato preto, que entretanto virou a imagem da empresa, quis dar a mesma oportunidade a várias outras pessoas que querem o mesmo, mas de forma mais fácil e rápida. A GoApp está ligada a abrigos de animais, atualmente apenas no Brasil, mas em breve noutros países, incluindo Portugal, e apresenta os animais para adoção a quem os quer adotar. Através da app é possível ainda encontrar animais perdidos e trocar dicas entre os utilizadores da app.

Skye Browse — a tecnologia que todos os polícias deviam ter

Quem adquirir o software, precisa ter um drone para o usar

Bobby Ouyang veio de Londres para apresentar uma ideia que promete facilitar a vida dos polícias e das companhias de seguros. O facto de haver um acidente de carro a cada dois segundos e de ter a informação de que a polícia demora duas horas a tirar todos os apontamentos sobre o acidente no local e ainda quatro horas a preencher papéis, levou o empresário a criar o Skye Browse, em parceria com Peter Jin. Trata-se de um software que faz com que todo o processo de resolução de um acidente de carro passe a demorar apenas dois minutos. O software é usado num drone ou num smartphone e através de vídeo faz-se um modelo 3D do carro, que permite ainda que se identifique o culpado. O passo seguinte é o preenchimento de todos os dados sobre o acidente e os envolvidos. Tudo isto é feito automaticamente através do software, em dois minutos. Este software deve ser adquirido pela polícia ou por companhias de seguro.

Student Fox — uma plataforma tudo-em-um para estudantes universitários

A plataforma para já pode ser usada em Portugal Continental e Ilhas

Esta plataforma, criada em Portugal, é tudo o que um estudante universitário. É um eCommerce, onde os utilizadores encontram um pouco de tudo, desde um quarto para alugar (através de uma parceria com a Uniplaces), livros técnicos, material escolar como cadernos, canetas, etc. e outros materiais mais técnicos, e ainda bilhetes para espetáculos (através de uma parceria com a BOL). A compra é feita online e a entrega da encomenda pode ser feita na Associação de Estudantes da universidade que o estudante frequenta. Dessa forma, o custo de entrega é menor para o estudante, é prático para ir levantar e as associações que recebem as encomendas recebem ainda um fee da Student Fox. Para já ainda só está a funcionar a nível nacional, mas o objetivo é a expansão mundial. No futuro, querem ainda ter outras áreas na plataforma como coaching, oferta de estágios e de bolsas, onde se podem inscrever diretamente. Frederico Tavares

Ask a Local — a app que pretende acabar com as fake reviews

A app também está disponível em português

A ideia surgiu na Coreia, mas pode ser usada em qualquer parte do mundo. Ask a Local é uma app onde os utilizadores podem fazer todo o tipo de perguntas, como para saber se há ondas em determinada praia, ou se certa igreja ainda está em obras, e receber respostas, idealmente, de quem está mais próximo desse local. A proximidade é exatamente o que torna as respostas mais credíveis. Ou seja, se, através do GPS, se vê que a pessoa que responde está apenas a 1KM da praia em questão, a probabilidade de a resposta ser verdadeira, é maior do que se for alguém a 900KM. O objetivo é acabar com as fake reviews que tanto se veem em plataformas onde qualquer pessoa pode escrever. O GPS é, portanto, a ferramenta principal para o uso desta app.

Virtual Retail — como diminuir as devoluções de roupa nas lojas online

Os eCommerce de moda são os principais clientes da Virtual Retail

Benedikt Ley criou uma app que consiste na criação de um modelo em 3D, com as dimensões reais do corpo da pessoa. Este modelo é feito através de um scan, que tira todas as medidas do corpo e que, a partir daí, pode ser usado de várias formas e em várias áreas. A área que mais pode recorrer a esta app será a da moda, pois é ideal para lojas online. Quando um consumidor entra numa loja de roupa online, pode fazer o scan do corpo através de um smartphone e no site aparece imediatamente o seu corpo e as medidas. Dessa forma, será mais fácil a escolha dos tamanhos certos e adequados ao corpo em questão. O criador do software garante ainda que isto ajudará a diminuir exponencialmente o número de devoluções nas lojas online, que é tão alto.

Texto de Fabíola Carlettis, fotografia de Samuel Costa.
Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. fabiolacarlettis@magg.pt