Web Summit, dia 2. As 5 ideias mais fixes que encontrámos por aqui

Há café servido por astronautas, apps para pais divorciados e entrevistas de trabalho num táxi. Veja o que encontrámos pelo recinto.

A Delta quer passar a estar presente em eventos como festivais e desenvolveu uma pistola móvel para servir café

Para muita gente, as conferências, onde estão presentes alguns dos maiores empreendedores e diretores de empresa do mundo, são o que de melhor há para ver na Web Summit, mas há muito mais mundo para lá das palestras. A MAGG andou a circular pelos vários pavilhões à procura do que de mais criativo está a acontecer. Não é todos os dias que se bebe café servido por um astronauta ou se vai a uma entrevista de trabalho flash, dentro de um táxi clássico daqueles antigos.

Ao longo de três dias, vamos procurar as ideias mais criativas que estão presentes no evento e estas foram as cinco atrações que mais se destacaram no segundo dia da Web Summit.

As entrevistas num táxi clássico da Mercedes

O entrevistado fica sentado no banco de trás do carro, como se estivesse num táxi

Este é um ponto obrigatório para quem procura uma nova oportunidade de trabalho. À primeira vista, é apenas um táxi estacionado no meio do evento, mas é muito mais que isso. Em parceria com a My Taxi, a Mercedes colocou um carro antigo no meio do stand e ao longo do dia vão fazendo entrevistas de trabalho lá dentro. Cada pessoa tem três minutos para mostrar o que vale e, ao fim do tempo, tem que sair do carro. As vagas disponíveis são muitas, desde senior digital analytics engineer, a senior data engineer, a product owner.

Familipay a app para pais separados

Milos Kostic veio da Sérvia para apresentar a sua ideia no Web Summit

Esta é a ferramenta que tantos casais que têm filhos, mas que estão separados, estavam à espera. A app chama-se Familipay e vai ser lançada em janeiro de 2019. Aqui pode ser feita a gestão de horários de atividades das crianças, de horários de visitas e ainda a gestão dos gastos que têm em comum. Outra mais valia nesta app é o facto de os pais poderem ainda fazer transações bancárias um para o outro através da plataforma. A ideia é de Milos Kostic, que veio da Sérvia para a apresentar e para conseguir investidores para terminar o projeto, que ainda não está 100% pronto.

O astronauta da Delta

Os promotores andam pelas várias zonas do recinto a distribuir café

Para manter toda a gente bem acordada para todas as conferências, a Delta garante o café, e à borla. Nos quatro pavilhões onde o evento acontece, há vários promotores vestidos de astronautas com uma pistola que a única coisa que dispara é café. A pistola consiste num sistema de extração de café móvel e foi desenvolvida pelo Centro de Inovação do Grupo Nabeiro, com o objetivo de futuramente a marca poder passar a estar presente em eventos como festivais e concertos. O promotor tem às costas uma caixa que contém água quente e uma fonte de pressão que garante que o café sai perfeito.

A Almond diz-lhe o que está a comer

Através da leitura do código colocado na anilha, o consumidor fica a saber tudo sobre o produto

A preocupação com o ambiente está cada vez mais presente na identidade das marcas e também na Web Summit este é um tema recorrente. Oliver Bolton trouxe de Londres para Lisboa uma app que se chama Almond e que tem como objetivo tornar a compra do consumidor mais clara e sustentável. Através de um código QR colocado na embalagem do produto, como por exemplo de uma lata de refrigerante, o consumidor consegue ter informação sobre o produto, a sua origem, os seus ingredientes, sobre a embalagem, bem como uma estimativa do seu CO2 e pegada ecológica. “A mudar o mundo, um scan de cada vez” é o slogan da app que está disponível apenas em Los Angeles e em São Francisco atualmente, mas que irá expandir-se em breve.

Luvotels

Em 2019 vão expandir o negócio por mais cidades brasileiras e em 2020 prevêem chegar a Portugal

O nome mais comum é motel, mas já há outro nome para este tipo de estadia de curta duração. São os love hotels e já há cerca de 40 mil por todo o mundo. Quem o diz é Hélio Ribeiro Filho da empresa Luvotels. Uma plataforma de reservas de motéis online, que permite, através do GPS, a reserva de uma suite que esteja disponível no motel mais próximo, de forma imediata. Os utilizadores têm 20 minutos para chegar ao espaço depois de efetuada a reserva e o pagamento é feito através do site. Neste momento, a Luvotels é apenas um site, mas a partir de janeiro de 2019, estará disponível também em aplicação. Atualmente a prioridade é crescer no Brasil, onde há cerca de 5 mil love hotels, e em 2020 chegarão a Portugal, onde há 39 motéis, e ao Japão, sendo este último o maior mercado. Esta app vai ajudar a que todo o processo de reserva e chegada ao espaço seja ainda mais discreto e rápido.

Texto de Fabíola Carlettis, fotografia de Samuel Costa.
Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. fabiolacarlettis@magg.pt