A mulher com mais pinta no dia 2 do Portugal Fashion: Joana Machado

Todos os dias, a equipa da MAGG vai eleger a mulher mais bem vestida do Portugal Fashion. No segundo dia, ganhou a bióloga Joana Machado.

Joana Almeida Machado é bióloga e quis trazer para o 2º dia de Portugal Fashion um look descontraído e elegante

Carla Oliveira

No segundo dia de Portugal Fashion, a equipa da MAGG teve a difícil tarefa de escolher a mulher com mais pinta do evento. Não que não houvesse mulheres elegantes, mas queríamos mais. É fácil ter-se pinta quando há todo um batalhão de maquilhadores e cabeleiros atrás, mas o que pretendíamos era alguém estilo girl next door, uma mulher que queríamos ter como nossa amiga.

A bióloga Joana Almeida Machado, de 33 anos, caiu de paraquedas no nosso campo de visão e não a largámos mais. Com um look confortável, mas com muita pinta, foi eleita pela nossa equipa como a mulher com mais pinta do segundo dia de Portugal Fashion. Para isso não foi preciso grandes produções, um blazer em xadrez, um vestido oversized e umas botas biker, tudo da Zara, foi o que foi preciso. Os anéis, as meias e a carteira Guess fizeram o resto. “Descontraído, confortável e atual”, nas palavras da nossa eleita.

Joana está no Portugal Fashion para apoiar a amiga a designer Micaela Oliveira, e por isso escolheu um look onde cabem o estilo mais formal, dado pelo blazer com um corte mais reto, e um estilo mais cómodo, onde tem lugar o vestido oversized. Não trouxe saltos e por isso consegue palmilhar o espaço do evento sem qualquer problema – dica perfeita de quem já vem ao Portugal Fashion há bastante tempo.

A primeira imagem que tem do evento, e talvez aquela que mais a marcou, tenha sido um desfile “muito interessante” que juntava famosos “e pessoas com deficiência”. “Acho que é mesmo a minha primeira imagem”. Foi aliás, o primeiro desfile a que assistiu num Portugal Fashion.

Do desfile da amiga, anseia pelas surpresas que poderão vir aí. “Sei que vai ser um sucesso. Já tenho algumas peças dela”. A mais especial é talvez um vestido que levou a um casamento com a assinatura da amiga com bastante pedraria com um corte incrível. “Acho que o corte dela muitas vezes faz a diferença”, diz à MAGG.

Para além do vestido, elege como peça com mais valor sentimental o seu primeiro casaco comprido de inverno – um marco importante na vida de qualquer jovem adulta. “Gosto imenso de moda de inverno e adorava aquele casaco. Acho que ainda o tenho guardado na casa dos meus pais”, explica-nos com um brilho nos olhos. No que toca a peças essenciais enumera-nos umas boas calças de ganga, umas sapatilhas e um blazer com um bom corte – peças intemporais mas que dão um twist polido a qualquer look.

Texto de Mariana Leão Costa, fotografia de Carla Oliveira.
Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]