A mulher com mais pinta no dia 1 da ModaLisboa: Catarina Nogueira

Todos os dias, a equipa da MAGG vai eleger a mulher mais bem vestida da ModaLisboa. No primeiro dia, ganhou a blogger Catarina Nogueira.

Catarina Nogueira conta com mais de 35 mil seguidores

Nesta edição da ModaLisboa, a MAGG resolveu propor um desafio a toda à equipa: descobrir a pessoa com mais pinta a cada dia. Passaram-nos muitas pela frente, umas elegantes, outras nem tanto, mas a verdade é que não houve competição possível. O prémio de pessoa mais elegante do primeiro dia da ModaLisboa vai para a blogger e influenciadora Catarina Nogueira.

Catarina Nogueira é a cara por detrás do blogue Touché by Cat e do instagram de sucesso @catarinanpereira. Com um estilo irrepreensível, onde os tons neutros imperam, Catarina Nogueira é a rainha do clássico com um toque de modernidade. Para a 51ª edição da ModaLisboa escolheu um pijama look da marca italiana Silvian Heach combinado com uma carteira Uterqüe e acessórios Swarovski e Lovely Breeze. Temos de admitir, o look pijama funcionou e de que maneira e bastou para que a elegêssemos como a pessoa com mais pinta deste primeiro dia. A influencer tem a mesma opinião que a MAGG, uma vez que considera essas duas peças as preferidas do look. “São peças confortáveis e diferentes”.

Em termos de estilo, Catarina sabe o que lhe assenta bem e não se considera uma fashion victim – gosta de seguir tendências mas sempre dentro do seu estilo. “Gosto de estilos mais clássicos, tento arriscar mas sempre dentro da minha linha”. Por isso não é de estranhar que uma das suas marcas preferidas seja Céline.

Antes da ida de Heidi Slimani para a marca, Catarina era adepta ferverosa porque Céline tinha uma estética muito própria. “Tal como eu, a marca não é fashion victim e por isso mantinha muito a individualidade e formas de cada mulher”, explica-nos Catarina Nogueira. Na opinião da influenciadora, a moda atrevessa um período “demasiado sexy” e uma das suas marcas preferidas vinha contrariar essa tendência com peças elegantes e intemporais. É por isso que, para além de Céline, Chloé, Isabel Marant e Victoria Beckham são também algumas das suas marcas preferidas.

Talvez por ter um estilo com influências clássicas, uma das suas peças preferidas seja um colar de pérolas da avó – uma peça intemporal num guarda-roupa mais clássico. É tão especial que, numa viagem a Roma, durante a Páscoa, ouviu o Papa e mandou benzer esse mesmo colar, em homenagem à avó, que é católica. Para além deste colar, adora texanas, que são super tendência esta estação, um biker, uma peça intemporal com um toque moderno, e blazers, que são a peça mais cobiçada dos últimos anos.

Já faz a semana da moda portuguesa há alguns anos. “Talvez desde que comecei com o blogue, ou talvez antes, até”, diz-nos. Vem até ao epicentro da moda para ver essencialmente Sangue Novo – os designers emergentes. Acha-os pouco comercializados com um talento mais cru.

“Acho que é importante darmos importância ao que é feito no nosso país. Portugal tem muito para oferecer, estamos a borbulhar de ideias e somos cada vez mais e melhores”, explica Catarina Nogueira. Por outro lado lança um conselho à moda nacional “Acho que os criadores portugueses, na sua maioria, ainda não fazem roupa vestível” urge perceber e distinguir a roupa da passerelle da roupa para usar na rua. O talento está lá e a originalidade também “só estão um pouco desajustados, no meu ponto de vista”, diz a influenciadora.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]