Vem aí um filme de Natal de “Deadpool” (e não estamos a aguentar)

Chega ainda este ano e deverá ter menos violência e palavrões, com o objetivo de o tornar mais acessível para o público jovem.

O super-herói mais hilariante da Marvel chega aos cinemas no Natal e vai distribuir tudo menos presentes

IMDb

É vermelho, divertido e deixa miúdos e adultos em delírio sempre que aparece em qualquer lado. Não, não é o Pai Natal, até porque esta figura não dá prendas a ninguém e também não tem longas barbas brancas. Falamos de Deadpool, um dos super-heróis mais estranhos de todo o universo de livros de banda desenhada da Marvel. A personagem, que é conhecida por ser altamente instável, hilariante e vingativa, chegou aos cinemas em 2016 interpretada por Ryan Reynolds (“Enterrado”). O sucesso foi instantâneo e depressa se confirmou uma sequela que estreou em 2018. Mas há boas notícias para os fãs: o Deadpool vai regressar aos cinemas ainda este ano para um filme natalício. E não há coração que aguente tanta emoção.

A notícia começou a ser partilhada nas redes sociais quando, no início do mês, o ator Ryan Reynolds partilhou uma fotografia através do Twitter onde aparecia vestido com o fato do super-herói e um gorro de Natal a ler uma história infantil. Na legenda que acompanhava a imagem lia-se a frase “Feliz Natal, Fred [o nome do ator ao lado de Reynolds]”.

A imagem tornou-se viral em poucas horas e foram várias as publicações que começaram a noticiar o regresso do super-herói às salas de cinema apenas com base na imagem partilhada pelo ator. Mas foi a revista “Deadline” que confirmou aquilo que muitos especulavam. De facto, Deadpool vai regressar só que numa versão não muito diferente daquela que se viu no filme “Deadpool 2”.

“A Fox vai estrear aquilo que entendemos ser uma versão PG-13 do ‘Deadpool 2’ . Apesar de não ter ainda um título confirmado, a estreia está marcada para 21 de dezembro”, lê-se na publicação. Isto significa que a versão natalícia do filme será uma espécie de reinterpretação do segundo com algumas das cenas mais importantes. A única diferença está na quantidade de violência ou de palavrões, que provavelmente serão cortados de modo a ser adequado para o público mais jovem.

Apesar disso, são poucos os detalhes que se sabem até agora e a especulação parece continuar. São vários os fãs que acreditam que o novo filme terá cenas inéditas, enquanto outros defendem que não valerá a pena ir ao cinema ver o mesmo filme duas vezes. Ainda assim, e segundo a “ComicBook”, uma plataforma de conteúdo ligado à cultura pop, “o facto de ainda não ter um nome anunciado pode querer dizer que há a possibilidade de ter uma história diferente e mais adequada a um público abrangente.”

Os filmes “Deadpool” e “Deadpool 2” estavam classificados para maiores de 16 anos, o que originou algumas queixas por parte de fãs mais novos que foram barrados de entrar nas salas de cinema. Mas isso não impediu ambas as produções de se tornarem num sucesso a nível mundial, ultrapassando outros filmes do género como “Batman v Super-Homem: O Despertar da Justiça” ou “Capitão América: Guerra Civil”.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]