A série “Mad Men”, focada na era dourada da publicidade, foi uma produção de sucesso, arrancando elogios rasgados da crítica e dos fãs ao longo das suas sete temporadas em exibição. Porém, por mais que não resistíssemos ao charme do executivo Don Draper (interpretado pelo ator Jon Hamm), não nos passava despercebido o extremo sexismo que se vivia na década de 60 revelado pela série.

Os anúncios dessa época colocavam sempre a mulher num patamar secundário, com responsabilidades que não iam muito para além da lida da casa, da educação dos filhos e do apoio ao marido. E apesar de este tipo de anúncios terem ficado no passado, o sexismo ainda está muito presente nos dias de hoje — e foi exatamente esse o mote para a criação da série de imagens “In a Parallel Universe”, da autoria de Eli Rezkallah. O trabalho, divulgado em janeiro último, voltou neste mês às redes sociais, depois do dia mundial do papel da mulher nos meios de comunicação social, assinalado a 14 de setembro.

9 fotos

Tal como relata ao site “BuzzFeed”, o fotógrafo de 31 anos teve a ideia de recriar anúncios vintage quando presenciou uma conversa em casa dos seus tios, em Nova Iorque, e ouviu um dos seus familiares afirmar que “o lugar da mulher é na cozinha”, onde podem fazer “as suas obrigações de mulher”. Eli Rezkallah afirmou ao mesmo site que, embora saiba “que nem todos os homens” são como os tios dele, ficou “surpreso por perceber que esse pensamento ainda existe. Estes anúncios foram feitos nos anos 50 e, naquele momento, senti que a sua essência ainda está presente nas dobras do tecido social moderno”.

As 15 maiores polémicas da Ryanair

Para levar a cabo o projeto “In a Parallel Universe”, o fotógrafo inspirou-se em vários anúncios vintage e recriou-os invertendo os papéis. “Espero que as pessoas que estão presas no estereótipo de papéis de género imposto pelas sociedades patriarcais possam ver, através do projeto, a limitação que estes papéis acarretam”, afirmou o fotógrafo.