Misturar padrões com padrões? Isto há uns anos era quase um fashion crime, um atentado ao bom gosto e à estética de um look. Para muita, gente, continua a ser uma coisa muito estranha e pouco elegante. Mas olhem, eu adoro, e adoro porque acho que dois padrões distintos funcionam muito bem desde que se escolham as peças certas, os padrões adequados e saibamos como conjugar tudo isto. O problema não são os padrões, é a forma como os misturamos.

Para já, vejam este vídeo.

Muitas vezes o mais difícil é saber por onde iniciar este processo de teste, para ver se um padrão joga bem com outro. Coordenar padrões gráficos com florais é uma boa maneira de começar a arriscar, especialmente se um deles for em tons neutros, como o preto ou o branco. Gostam tanto de florais como de riscas mas têm medo? Experimentem fazer essa conjugação, mas com cores mais claras e menos fortes. Misturar riscas horizontais, com verticais e com xadrez resulta… é mais discreto e funciona na perfeição.

Se juntarem peças que tenham a mesma cor dominante (e não sejam exatamente da mesma cor) isso vai criar uma harmonia visual no look, como um todo. E mais, ao misturarem padrões, escolham sempre um grande e outro mais pequeno. Por exemplo, se tiverem uma saia com uma estampa floral grande, tentem usá-la com uma blusa de riscas mais finas. Fica mesmo elegante. É como misturar preto com branco, são cores que funcionam muito bem juntas — aquilo a que chamo de clássico.

Apostem nestas minhas dicas e vão render-se a este mix.