Henry Cavill deve pendurar a capa de Super-Homem (e pode ser substituído por um ator negro)

Ben Affleck terá terminado a sua missão como Batman. Agora é Henry Cavill que pode pendurar a capa vermelha. O sucessor pode gerar polémica.

O ator britânico estreou-se no Universo Cinematográfico da DC em 2013 com "Homem de Aço"

A terra estremeceu quando o Super-Homem aterrou no nosso planeta numa cápsula vinda de Krypton, mas não tanto quando esta quarta-feira, 12 de setembro, começou a circular à velocidade da luz a notícia de que Henry Cavill iria deixar o papel do super-herói da DC Comics no cinema.

A novidade foi avançada em exclusivo pelo “The Hollywood Reporter“. De acordo com fontes não identificadas, o ator britânico seguirá outro caminho, abandonando o Universo Cinematográfico da DC, distribuído pela Warner Bros..

No entanto, horas depois, os fãs foram surpreendidos por um vídeo de Cavill na sua conta oficial do Instagram, em que o ator olha diretamente para a câmara com uma expressão séria e agarrar uma figura do super-herói, movendo-a para dentro e para fora de plano.

Escusado será dizer que o vídeo deixou os fãs ainda mais confusos, sem saber qual o verdadeiro significado ou se este terá alguma mensagem.

Relativamente à notícia, a Warner deixou uma declaração ao “The Hollywood Reporter”: “Nós temos uma grande relação com Henry Cavill e continuaremos a ter. Não temos decisões definidas ainda relativamente aos próximos filmes do Super-Homem”.

A manager do ator, Dany Garcia, pronunciou-se também através do Twitter: “Sejam pacíficos, a capa ainda está no armário dele. A Warner tem sido e continua a ser nossa parceira enquanto desenvolvem o Universo da DC.”

Ambas as declarações não dão certezas quanto à partida do ator que se estreou como Super-Homem em “Homem de Aço” (2013), de Zack Snyder. E o vídeo só parece ter alimentado ainda mais a confusão, dada a altura em que foi publicado. Há ainda o facto de a Warner querer mudar o foco para um filme dedicado a Supergirl, a prima mais velha do Super-Homem e as notícias cada vez mais frequentes de que o ator Michael B. Jordan (“Black Panther“) poderá substituir Henry Cavill. Seria a primeira vez que um ator negro iria desempenhar o papel de Super-Homem, e que a DC alterava radicalmente em cinema o aspeto físico de um herói que vem dos comics. Se Cavill estiver realmente de partida, juntar-se-á a Ben Affleck, que também já terá deixado também o papel de Batman.

Henry Cavill tem mantido a agenda ocupada nos últimos anos. Este verão estreou-se no novo filme do franchise liderado por Tom Cruise, “Missão: Impossível – Fallout“, e no futuro será o protagonista da série da Netflix “Witcher“.

Mas nem tudo são más notícias. “Aquaman” e “Wonder Woman 1984” são os próximos filmes da DC a estrearem nas salas de cinema, sendo que o primeiro chega a 20 de dezembro deste ano e o segundo a 31 de outubro de 2019.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]