Esta não foi nem a primeira nem a segunda vez que fui almoçar ao Jardim dos Sentidos, no Príncipe Real, quase a chegar à Praça da Alegria, em Lisboa. É precisamente por tudo ter corrido tão bem nas vezes anteriores que fui voltando.

Entrar naquele espaço vai muito além da expressão “ir almoçar fora”. Por ser um restaurante vegetariano já é diferente da maioria, mas o que chama à atenção é toda a envolvência: não só a comida, como o espaço exterior, a forma como somos atendidos, as cores, os cheiros, as massagens de que podemos usufruir. No Jardim dos Sentidos ficamos em plena comunhão com a natureza, mais plenos e mais tranquilos. É isto que sinto sempre que lá vou.

15 fotos

A comida é saborosa e muito acessível. Durante a semana, há buffet aos almoços, onde podemos repetir as vezes que quisermos, e pagamos apenas €9,40, e as opções não só são variadas, como bem coloridas.

Este projeto teve início há quase 14 anos, e desde sempre fiéis ao mesmo conceito: saudável, vegetariano e sem glúten. Os almoços são das 12 às 15 horas e os jantares das 19 às 24 horas, de segundas-feiras a sábados. O buffet muda todos os dias ao almoço, exceto às quintas-feiras, que é dedicado aos amantes da feijoada de tofu, que já é um clássico neste restaurante. Tem uma esplanada bem composta, um espaço exterior com um jardim muito agradável (a minha parte favorita), e massagens (entre os €45 e os €48) para quem quiser relaxar para uma refeição em pleno.

Esta será uma viagem que irei querer fazer mais vezes nas minhas horas de almoço.

Ler mais