Estes são os brunches mais instagramáveis de Lisboa e Porto

A MAGG escolheu aqueles que lhe enchem o estômago e o feed das redes sociais. Se não acredita, para já veja as fotos. E depois vá prová-los.

Uma mesa como esta está mesmo a pedir uma foto, não está?

Estão a ver aquele momento em que a Beyoncé entrava em palco (ou num videoclipe) e, de repente, a Kelly e a Michelle ficavam reduzidas a meras personagens secundárias das Destiny Child?

Este pode ser um arranque estranho para um artigo sobre brunches, mas é esse mais ou menos o cenário que imaginamos quando o assunto é a chegada do conceito de brunch a Lisboa e Porto.

Em qualquer esquina há pratos cheios de panquecas, tostas com toppings de abacate ou húmus, sumos de fruta e cappuccinos feitos obras de arte. E tal como a Kelly e a Michelle, também a dupla torrada e galão tiveram de seguir uma carreira paralela e sem metade do glamour.

O brunch veio para ficar até porque, mais que encher barriga, enche também os olhos. Os pratos são bonitos, coloridos, servidos em cafés remodelados ou acabados de abrir, com balcões à janela e palmeiras a encher a sala.

Fizémos uma seleção dos brunches mais intagramáveis de Lisboa e do Porto — com direito a fotos dos próprios utilizadores como prova —, com a certeza de que à primeira refeição do dia pode juntar a hastag “I woke up like this”.

Zenith

Podíamos dar voltas e voltas, puxar pela imaginação e tentar ser o mais originais possíveis, mas não há hipótese. O Zenith é um dos brunches mais instagramáveis do País e já o dizíamos quando o espaço abriu também em Lisboa.

Agora, no Porto e em Lisboa, servem brunch de manhâ à noite, com pratos tão apelativos como tosta de batata doce (8€), tapioca de manteiga de amendoim (6,50€) e — atenção — panqueca de francesinha, com frango, bacon, queijo cheddar, ovo e molho especial (9€).

Morada: Rua Telhal 4A, Lisboa / Praça de Carlos Alberto 86, Porto

Horário do brunch: todos os dias 9h-19h

Preço: o brunch é pedido à carta

Nicolau

Quando inaugurou, no verão de 2016, foi a loucura. É que, pensando bem, há dois anos eram poucos os lugares da Baixa de Lisboa a oferecer pratos bonitos, com opções saudáveis, em espaços que não fossem só para turista ver.

O Nicolau abriu com oferta de pratos e snacks, mas também com um menu de brunch disponível todos os dias. Tem panqueca, taça de iogurte, sumo de laranja, tosta de abacate ou tosta de queijo com salmão, café ou chá. Pode ainda acrescentar um extra de ovos, cappuccino ou mimosa (uma bebida que mistura sumo de laranja com espumante).

Morada: Rua de São Nicolau 17, Lisboa

Horário do brunch: todos os dias 8h30-20h

Preço: 15€

Amélia

E onde há um Nicolau, há uma Amélia. Em equipa que ganha, mexe-se e de forma inteligente. O sucesso do café da Baixa foi tal que um espaço bastante semelhante, apresentado até como “a namorada do Nicolau”, abriu este ano em Campo de Ourique.

Ainda que com um menu em quase tudo igual ao do Nicolau, o Amélia tem as suas individualidades. O brunch é igualmente servido todos os dias, com um menu fixo que inclui: panquecas, sumo de laranja, iogurte com fruta e granola, tosta de abacate ou ovos mexidos, café ou chá ou chocolate quente. Os extras aqui podem ser novamente a mimosa ou ovos benedict.

Morada: Rua Ferreira Borges 101, Lisboa

Horário do brunch: todos os dias 9h-21h

Preço: 15€

Fauna e Flora

Também aqui não há uma altura do dia dedicada ao brunch. Das 10h às 19h é possível montar um brunch com as opções que vêm na carta do Fauna e Flora e que, só de ler, já enchem barriga. Smoothie bowl de bagas (6,5€), panquecas Guilty, com manteiga de amendoim, banana, frutos secos e topping de chocolate quente (6,5€) ou tosta Nord com salmão fumado, ricota, ovos escalfados, rúcula, tomate cherry, rebentos e molho de lima (8€).

Morada: Rua da Esperança 33, Lisboa

Horário do brunch: terça a domingo 10h-18h (domingo encerra às 17h)

Preço: O brunch é pedido à carta

Topo

E de repente lá vão três. O Topo mostrou a Lisboa que havia um miradouro por explorar, quando abriu portas ali perto do Largo do Carmo. Antes disso já tinha subido a um último andar no Martim Moniz e, mais recentemente, em Belém.

Apesar do nome em comum, os três espaços funcionam de forma diferente. No Topo Belém, por exemplo, há pratos de partilha, mas também opções tão tradicionais como bacalhau à Brás ou massada de peixe. Na Mouraria, o menu, apesar de ter também pratos ditos principais, é leve, para acompanhar as bebidas tomadas no terraço com vista para Lisboa.

Já no Topo Chiado, o menu tem opções de almoço e jantar, muitos cocktails e um menu de brunch disponível aos fins de semana e feriados. É composto por sumo, refrigerante, cerveja ou vinho, bola de Mafra e croissant brioche, café, cappuccino ou chá, panquecas, bruschetta de salmão braseado com sumo de lima, queijo e pepino, ovos mexidos, estrelados ou benedict, iogurte natural com granola, taça de fruta e um brownie.

Morada: Terraços do Carmo, Lisboa

Horário do brunch: sábados, domingos e feriados 11h -16h30

Preço: 17€

Noshi Coffee

Abriu há um ano no Porto um verdadeiro oásis para quem quer uma manhã de domingo de qualidade. No Noshi, a música toca no tom certo, a decoração dá uma sensação de conforto e a comida é um regalo para quem quer sair satisfeito sem destruir uma dieta saudável.

Há café artesanal a toda a hora, papas e panquecas para pequeno-almoço e pratos para o almoço que contam com ingredientes como cuscuz, abacate, salmão ou quinoa.

Ao domingo, é dia de brunch. “Começa às 11h e dura até acabar o stock”, explicam-nos, stock esse que varia todas as semanas. Ainda assim, deixamos um exemplo daquilo que pode encontrar: creme de legumes, iogurte com granola, hambúrguer de frango com guacamole e queijo, mini croissant folhado, pão artesanal, salada de quinoa e batata doce com ovo escalfado, húmus de abóbora com sticks de cenoura, queijo, manteiga, fiambre, compota, brownie, limonada e café.

Morada: Rua do Carmo 11-12, Porto

Horário do brunch: domingo 11h-18h

Preço: 13,90€

Negra Café

Neste pitoresco espaço o brunch é pedido à carta e está disponível a qualquer hora do dia. Entre os pratos mais pedidos estão os croissants caseiros (0,90€ à unidade), as taças de granola e iogurte (3,50€/4,50€), as tostas de camarão ou salmão (7€) ou qualquer torrada a que pode acrescentar cogumelos, abacate, fiambre, ovo mexido ou outro ingrediente da carta do Negra Café. E se quiser abrir as hostilidades, as mimosas (5€) são uma ótima opção.

Morada: Rua Guedes de Azevedo, 117, Trindade, Porto

Horário do brunch: 8h30 -19h30 (encerra ao domingo)

Preço: O brunch é pedido à carta

O Diplomata

As panquecas são a joia da coroa deste espaço e a sua fama e sabor justificam que esta iguaria, cuja massa é de confeção caseira, esteja presente em todas as modalidades de brunch d’ O Diplomata — são quatro, das mais simples às mais complexas, mas todas incluem uma bebida quente e fria para além das panquecas, claro está. A grande diferença entre a opção mais económica e as mais dispendiosas são os complementos, que vão das tostas de açaí, ovos e bacon aos cogumelos e feijão, entre outras opções.

Morada: Rua José Falcão, 32, Porto

Horário do brunch: todos os dias, das 10h às 16h (aos domingos, o brunch é servido até às 15h30)

Preço: entre 6€ e 10€

Texto de Marta Cerqueira e Catarina da Eira Ballestero.
Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]