Os genes influenciam as formas. Mas aquilo que comemos e a forma como nos mexemos também. Um corpo definido é sinónimo, sobretudo, de uma alimentação equilibrada, de uma forma física forte e de uma saúde sem problemas, com bons tempos de sono, porque a idade não perdoa, independentemente da herança genética.

Ter uma forma física bem desenhada significa que não há excesso de gordura acumulada e que os músculos estão bem tonificados. A fórmula para se chegar aqui é simples, mas implica esforço. Significa treinar com os métodos certos, que “juntem o treino de força com um elevado dispêndio calórico”, explica o personal trainer Nuno Martins, que adianta que “o treino de ginásio acompanhado por um profissional pode ser a melhor opção por ser individualizado”.

Mas esta companhia não é para todos os bolsos, porque o investimento é grande. Há opções mais económicas e lúdicas que permitem chegar ao objetivo pretendido, como é o caso das aulas de grupo ou de outras atividades físicas que se fazem fora dos ginásios, como aponta o PT, que deixa sete sugestões.

No entanto, ninguém nasce ensinado e não convém atirar-se de cabeça para algumas das atividades, sem que tenha aprendido as noções básicas. Há posturas para aprender, movimentos para memorizar. O trabalho, sobretudo para um iniciante, tem de ser gradual. Não respeitando a regra, não surgem resultados, mas antes lesões, que aparecem devagar e subtilmente, até o caso estar mesmo mal parado. Por este motivo, Nuno Martins sugere que, caso se trate de uma modalidade de ginásio, se comece por fazer uma sessão inicial e individual com um bom personal trainer, que poderá aconselhá-lo consoante o nível de condição física e de conhecimento.

“Infelizmente, boa parte dos personal trainers e pessoas que estão nos ginásios a dar aulas de fitness não têm qualificações”

CrossFit

Há burpees, há agachamentos, há elevações, há saltos, há pesos. O trabalho é integral, não exclui nenhum músculo e trabalha desde a componente cardiovascular à de força, que fortalece os músculos. Em sessões de 60 minutos, divididas por aquecimento, parte de aprendizagem técnica e WOD (workout of the day), promete resultados rápidos e um corpo forte. Há boxes (espaços de cross fit) específicas para este tipo de treino, mas também há já vários ginásios que incluem a modalidade (ou similares) nos mapas de aulas de grupo.

Onde treinar? Em boxes próprias (Matchbox CrossFit, The Bakery CrossFit, Off Limits CrossFit) ou em ginásios que incluem a modalidade, como o Kalorias Linda-a-Velha ou o Clube VII.

Aulas HIIT

Esta metodologia de treino, cuja sigla designa High Intensity Interval Training (em português, treino intervalado de alta intensidade) é utilizada em várias modalidades, mas há ginásios que têm aulas com este mesmo nome. O método passa por revezar períodos de treino intenso com outros de descanso. É uma das formas mais eficazes para perder gordura corporal e manter ou aumentar a massa muscular, a fórmula com a qual se tem de trabalhar para ter um corpo definido.

Onde treinar? Os ginásios Pump Fitness-Spirit e Fitness Hut, duas cadeias low-cost, disponibilizam a modalidade nos mapas de aulas de grupo.

Insanity

Um programa desenvolvido por Shaun T e que tem já uma enorme comunidade de fãs, por ser uma forma eficaz e, ao mesmo tempo, cómoda para se treinar, uma vez que só utiliza o peso do próprio corpo, podendo ser feito em casa, frente à televisão ou computador. Mas não é por isso que é mais fácil: prepare-se para suar e para sentir os músculos a queimar. É que aqui o treino também é de alta intensidade e deve ser feito cinco vezes por semana, em sessões de 30 ou 60 minutos.

Onde treinar? Frente ao computador ou televisão, em casa ou na rua, comprando o pack de DVD’S do programa.

Body Pump

A modalidade da marca Les Mils acontece com uma barra à qual se vão juntando ou retirando pesos, conforme a condição física ou parte do corpo que se treina. A aula divide-se por faixas de música, que correspondem a grupos musculares diferentes. Quanto mais trabalhar os músculos, mais estes se tornam definidos. Por outro lado, por demorarem mais a recuperar, o que obriga o corpo a trabalhar mais, aumentam o metabolismo, ou seja a rapidez com que queima calorias, ou seja, com que perde gordura.

Onde treinar? São vários os ginásios que disponibilizam a modalidade: a cadeia Holmes Place, os ginásios Solinca ou Jazzy Life Club são só três exemplos.

Kickboxing

É uma atividade excelente para perder peso e tonificar o corpo. “Tem sobretudo presente a componente cardiovascular, mas exige um grande trabalho de força, com partes dedicadas a agachamentos, saltos e flexões, por exemplo”, diz Nuno Martins. Ideal para quem não gosta do ambiente de ginásios e procura uma atividade mais lúdica, longe de estúdios de aulas de grupo ou de máquinas de musculação.

Onde treinar? Há dois ginásios que se dedicam exclusivamente aos desportos de combate: o 1Fight e o Jazzy Fight Club.

Quer inscrever-se no ginásio? Reunimos mensalidades para todo o tipo de bolso

Natação

“Utiliza o corpo todo”, começa logo por referir Nuno Martins. O dispêndio energético é grande, mas quanto mais assertivos e fortes forem as braçadas, mais os músculos são solicitados. Portanto, estamos perante a fórmula perfeita: perder calorias e fortalecimento de músculos dão origem a um corpo bem desenhado, caso se sigam as regras fundamentais da alimentação e caso a prática do desporto seja regular. Faça por estabelecer objetivos de evolução: “Quanto mais se quiserem melhorar tempos e técnica, mais elevada é a componente da força”, explica o PT.

Onde treinar? O ginásio Supera é conhecido pelas aulas de natação, mas há muitos outros clubes com piscina, como é o caso de vários health clubs Holmes Place. Além disso, tem sempre as piscinas municipais.

Escalada

É mais lento, mais pensado, mas não é menos intenso. O trabalho dos músculos é grande porque há uma solicitação elevada, quer em quantidade, quer em tempo. Quando se está a escalar, o corpo está em tensão, o que significa que os músculos estão a trabalhar. Os braços fazem força para chegar ao nível seguinte, bem como as pernas, que são fundamentais para que isto aconteça. A ideia repete-se: quando se trabalham músculos intensamente, obriga-se o corpo a desencadear várias funções que consomem energia. Ou seja, perde gordura mais facilmente porque o metabolismo acelera e define-se o corpo porque, em simultâneo, se aumenta a musculatura.

“A escalada exige uma quantidade elevada de força, quer seja ao nível do corpo, quer seja pela capacidade de suster essa força desde o início até ao topo da parede”, diz Nuno Martins.

Onde treinar? Vertigo Climbing Center, na zona do Beato, é um rocódromo (escalada indoor), que também organiza a atividade fora de portas, para os mais experientes e corajosos.