Um quarto em Lisboa por 650€ é um escândalo? Descobrimos 20 anúncios acima dos 800€

Uma publicação no Facebook tornou-se viral pelo preço elevado da renda. Fomos à procura de mais exemplos e descobrimos um quarto a 2.500€.

O quarto mais caro que encontrámos fica na Baixa e custa 2.500€

Poderia ser apenas mais um anúncio, igual a tantos outros que andam por aí, não tivesse o valor da renda criado uma onda de contestação. Esta segunda-feira, 30 de julho, um anunciante colocou na página de Facebook Quartos, Casas e Apartamentos em Lisboa e Arredores um quarto para arrendar dentro de um T2. O valor? 650€. O imóvel está localizado em frente ao Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE), em Lisboa.

De acordo com a revista “Sábado“, às 16h30 havia mais de 400 comentários à publicação, que entretanto foi eliminada. A arrendatária de um dos dois quartos do apartamento interveio na discussão e ameaçou processar alguns utilizadores por injúria e difamação. Quanto ao porquê daquele valor, a mulher explicou num dos comentários que pagava uma renda de 1.370€ — noutro assumiu que o valor era afinal de 1.500€.

Pedir 650€ por um quarto em Lisboa é exorbitar. Mas será que está assim tão distante da realidade que se vive atualmente no mercado imobiliário em Lisboa? Foi isso que fomos tentar perceber e, spoiler alert, não é. Não faltam anúncios de quartos para arrendar por 650€. E por 800€. E por 1.200€. E 1.500€ também.

Sim, por quarto. Não, não ficam no Palácio Ramalhete de Madonna. E não, não têm sempre as despesas incluídas. Mostramos-lhe de seguida 20 anúncios de quartos acima dos 800€.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. martamiranda@magg.pt