Depois de anos e anos encaixadas no universo infantil, eis que chegaram para abalar o mundo da moda: as carteiras de missangas estão no auge e não são apropriadas para crianças. Com toda a nostalgia dos anos 90 (assim de cor temos as festas, as malas minúsculas e os óculos pequenos com cores garridas) só faltavam as missangas para compor o ramalhete.

Corria o ano de 2016 quando a Shrimps, marca inglesa fundada em 2013, trouxe de volta as primeiras malas de missangas, de contas grandes. Diz que foi êxito imediato, e as suas malas começaram a andar de mão dada com as digital influencers. Daí ao sucesso foi um pulinho.

Uma das primeiras a usar a carteira original foi a blogger Camille Charriere, e a partir daí deu-se a explosão. Por cá, não há ninguém que segure tão bem numa mala de missangas como a digital influencer Débora Rosa. Ainda assim, não há feed de Instagram que não ostente uma Beaded Bag ou marca que não tenha a sua interpretação.

12 fotos

Se é prática? Nem por isso. Se dá pinta? Com toda a certeza. Por isso é a menina querida deste verão e poderá ser a sua melhor amiga. Das mais caras às mais baratas, existe de tudo, basta apenas escolher se é do team missangas discretas ou se prefere a excentricidade dos rosas e amarelos.

8 fotos