Os pais portugueses estão a comprar mais produtos biológicos para os filhos

Um estudo nacional mostra que os pais cada vez mais preferem produtos biológicos. Alimentação, roupa e fraldas estão no topo da lista.

As marcas de roupa estão cada vez mais a apostar em fibras orgânicas, tal como o algodão

Dakota Corbin / Unsplash

Há muito que os produtos biológicos conquistaram o seu espaço no mercado. São naturais, amigos do ambiente, livres de químicos e muito mais. E depois do boom no setor da alimentação, a preferência pelo bio também já chegou ao segmento da maternidade, pelo menos em Portugal.

De acordo com um estudo efetuado pelo “De Mãe para Mãe”, o maior portal de maternidade português que conta com dois milhões de visitas mensais, 33% dos pais portugueses já compram produtos biológicos para os filhos. Este relatório mostra que se tem vindo a verificar uma mudança nos hábitos de consumo no segmento da maternidade, e que cada vez mais existe uma maior preocupação com a origem dos produtos que se adquirem para as crianças, bem como com a preservação da natureza.

Como explica Rita Amaral, responsável pelo portal de maternidade, “o estudo foi realizado porque dentro da nossa comunidade começámos a notar um aumento na procura de produtos biológicos, e acabou por ser uma forma de o comprovarmos. Os resultados revelam uma preocupação crescente com aquilo que é introduzido na vida das crianças”.

Em 2017, o Parlamento Europeu publicou um outro estudo sobre os efeitos da alimentação e agricultura biológica na saúde humana, onde sugere que as crianças e grávidas devem consumir produtos deste género. Pode ler-se no documento que alguns dos pesticidas utilizados nos alimentos, apesar de serem testados antes de irem para o mercado, podem ter efeitos negativos no desenvolvimento cognitivo das crianças. Esta investigação, publicada no ano passado, também reconhece que o consumo de produtos com pesticidas é desaconselhado durante a gravidez e nos primeiros anos de vida, mas o consumo de frutas e legumes é aconselhado durante o mesmo período.

Segundo o estudo realizado pelo portal português, a alimentação é o setor onde os pais mais demonstram esta preferência por produtos biológicos, seguido pela roupa (o número de marcas que aposta em fibras orgânicas, como o algodão, tem vindo a aumentar), fraldas, cosmética e, por último, brinquedos.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]