A propósito do meu primeiro dia de NOS Alive, percebi que realmente a logística da ida a um festival, para que estejamos confortáveis e que consigamos realmente aproveitar, depende de muita coisa. São muitas pessoas, muitas filas, muitos encontrões, malta com copos, tudo a cantar e a dançar, certo?

O meu maior conselho: agilizar o processo antes sequer de lá chegar. E onde é que isso começa? Na preparação da nossa mala, ou seja, o que é que levamos connosco.

Pensamos muito nos outfits, na make up e nos cabelos, na companhia, nas bandas, nos transportes, mas há pequenos detalhes de que nem sempre nos lembramos e que são decisivos. E é por isso que eu decidi destacar 5 coisas que eu considero essenciais levar para um festival… e que levo SEMPRE:

1. Uma mala à tiracolo

É perfeita para poder correr, saltar e dançar à vontade. As malas à cintura também são boas. Mochilas não aconselho porque são abertas com mais facilidade por estarem nas nossas costas, e malas de mão ou pochetes também não porque deixamos em qualquer lado sem dar por isso.

2. Pastilhas elásticas 

Para estarmos sempre cheirosos. E como há pessoal que fuma e que bebe muito nestes festivais e que, ainda para mais, por causa do barulho, tem que falar em cima da cara dos companheiros, acho que é um cuidado extra que só fica bem. Para enganar a fome nas filas de espera, também é uma boa ajuda.

3. Power Bank

Com tantas fotografias, vídeos e redes sociais, as baterias dos nossos telemóveis vão-se num abrir e fechar de olhos e num festival ninguém quer que isso aconteça, nem que seja porque há muitos concertos, muitos artistas e momentos únicos que, à partida, vamos querer registar, certo? Já para não falar que nos podemos perder do nosso grupo e é mais difícil encontrar alguém sem telemóvel. É aqui que o carregador portátil nos vais salvar a vida!

4. Óculos de sol

O sol muitas vezes atrapalha, especialmente ao fim do dia, que é a hora a que muita gente chega aos recintos. Faz dores de cabeça, faz lacrimejar e não queremos nada disso, pois não? Bom, é só não nos esquecermos deles em casa que podemos evitar tudo isso! Ah, já para não falar de que é pode ser um complemento cheio de estilo para o look final (verdade seja dita).

5. Dinheiro vivo

A maioria dos festivais já tem multibanco lá dentro mas… e as filas? Não há paciência. São horas perdidas. Levarmos dinheiro connosco não custa nada e pode valer-nos tempo de qualidade.

Agora, prometam-me que vão ter esta lista em conta e que, na próxima vez que estiverem a fazer a mala , vão consultar aqui a lista da Maggie. Tenho a certeza que quando estiverem aos pulos e a curtir à brava vão-se lembrar de mim!