Glossier. A história da marca de beleza preferida das bloggers e influenciadoras

Design minimalista, preços acessíveis e uma forte aposta no marketing digital. Saiba mais sobre a marca que está a conquistar o mundo.

As embalagens dos produtos Glossier são conhecidas pelo seu design minimalista

De estrela do reality-show da MTV “The Hills” passou a blogger e é hoje uma guru de beleza. Emily Weiss começou por lançar o blogue Into the Gloss e é agora CEO da marca americana Glossier. Esta marca de produtos para a pele, maquilhagem e perfumes ainda não se vende em Portugal, mas já é a nova sensação junto de muitas bloggers e influencers nacionais. Praticamente todas a conhecem e muitas já experimentaram. Mas como chegaram até à marca?

No caso de Alexandra Neto, do blogue Xanalicious, e de Ana Gomes, do blogue A Melhor Amiga da Barbie, foi através do Instagram que ficaram a conhecer a Glossier. A imagem clean foi o que chamou logo à atenção de ambas. Já Mafalda Beirão, do blogue Um Malmequer, ouviu falar a primeira vez da marca através de youtubers britânicas.

Foi em viagens e através de amigas que tiveram a oportunidade de conhecer os produtos ao vivo e experimentá-los. Ana Gomes recorda uma viagem que fez, na qual teve o primeiro contacto com a Glossier: “Já tinha ouvido muito falar da marca e há um ano e pouco estava a passear em Nova Iorque, saí numa estação de metro aleatória e percebi que estava à porta do showroom da Glossier. Fiquei histérica. O espaço tinha aberto há pouco tempo e estava quase vazio, por isso consegui testar vários produtos da marca.

Mas o que tem de diferente esta marca das outras?

Aparentemente é só mais uma marca de produtos de beleza, com batons, máscaras, iluminadores e cremes. Mas há algo que faz com que tantas bloggers e digital influencers falem dela.

A exclusividade (ou efeito fruto proibido) parece ser um dos principais motivos. Alexandra Neto explica: “Confesso que o facto de ser algo que não consigo na loja de beleza mais próxima ou à distância de um clique, faz-me desejar ainda mais. É muito raro hoje em dia querermos algo e não termos acesso ao mesmo. E acho que a marca tem noção disso e por isso ainda não entrega worldwide.” Também para Ana Gomes esse fator é importante, uma vez que “torna a marca mais apetecível.”

Mas não é o único. A relação qualidade/preço também faz com que a marca se diferencie. Com máscaras a rondar os 13€ ou batons a rondar os 15€, é uma marca considerada acessível.

Pedimos às três bloggers que escolhessem os seus produtos Glossier preferidos:

Alexandra Neto escolheu o iluminador Haloscope, o Dotcom e o tónico Solution. Ana Gomes tem como preferidos o Balm e o blush Cloud Paint. Mafalda Beirão considera que com o Milky Jelly Cleanser, o blush Cloud Paint e o iluminador Haloscope consegue um efeito natural na pele.

A marca que começou apenas por fazer envios para os Estados Unidos, entrega atualmente também no Canadá, Suécia, Irlanda e Reino Unido. Portugal ainda não está neste grupo, mas pode sempre pedir a uma amiga que vá a Londres ou a Nova Iorque, por exemplo, para trazerem uma embalagem.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]