10 opções para fazer exercício sem gastar mais de 32€ por mês

A mensalidade de um ginásio pode fazer diferença no orçamento familiar. Mas há opções em conta, ou até de borla.

Não ter dinheiro deixou de ser uma desculpa. Há opções muito em conta — e há até algumas gratuitas

O exercício físico é uma componente fundamental para o bem-estar e saúde. Faz bem ao corpo, ao cérebro, ao coração, ao metabolismo, à manutenção dos músculos e de um peso saudável. Não ter dinheiro para pagar uma mensalidade pode parecer uma desculpa legítima para não ter esta rotina, mas a verdade é que não é. É que além de haver a hipótese de treinar sozinho (ainda que seja necessária uma boa dose de força de vontade e conhecimento), há espaços com opções bastante em conta.

Em vez de procurar o livre trânsito, pense nos seus hábitos. Vai mais de manhã ou ao final da tarde? Pode treinar a horas a que mais ninguém pode? Interessam-lhe apenas aulas de grupo, prefere a sala de ginásio ou gosta mais de estar ao ar livre? Só consegue ir ao fim de semana? Há hipóteses para todos estes cenários. Conheça-as.

Academia de Fitness do Estádio Universitário de Lisboa (30€)

A Academia de Fitness do Estádio Universitário de Lisboa situa-se junto da Cantina 1 — ou cantina velha — mesmo junto à estação da Cida Universitária de Lisboa. Por este valor, poderá ter acesso, em horário parcial, até às 17 horas, tanto à sala de fitness, que disponibiliza equipamentos de treino cardiovascular, de força e funcional, como às aulas de grupo: GAP, cycling, zumba, localizada ou step, por exemplo. Se estiver mais perto do Campus Universitário da Ajuda, poderá treinar aqui com as mesmas condições. Caso seja estudante ou funcionário do Ensino Superior, poderá ter livre transito por 25€ ou 30€, respetivamente.

Inatel (31,90€)

Por este valor terá acesso ao livre trânsito do Campo de Jogos 1.º de Maio, junto à Avenida de Roma e Alvalade. Poderá frequentar a sala de ginásio, bem como diversas aulas de grupo, que incluem pilates, hidroginástica, spinning, que decorrem num dos dois estúdios do Campo de Jogos 1.º de Maio. Há ainda uma sala de fitness, com máquinas para treino cardiovascular e de força.

Morada: Av. Rio de Janeiro, Lisboa

Fitness Hut (26€ a 30,4€)

A cadeia de ginásios low-cost está espalhada por todo o país, com valores de mensalidade acessíveis.

Tem a adesão One-Off (26€), que inclui acesso à sala de ginásio, participação nas aulas de grupo virtuais (em vez de um instrutor, é dada através de um vídeo, que é projetado), em horário reduzido — nos dias de semana (entre as 9 e as 11h30, 14 às 17 horas e 21 às 22h30), e ao fim de semana, entre as 14 e as 17 horas. A adesão One (30,4€) é igual, mas ligeiramente mais cara por dar acesso ao ginásio em qualquer horário. Descubra o clube mais perto de si.

Energy Health and Fun Club (29,90€)

Por este valor, que inclui fidelização, tem acesso à sala de ginásio do clube de Campolide, que está equipada com máquinas e material para treino cardio e de musculação. No Energy pode ainda participar nas aulas de grupo, como localizada, core training, HIIT ou power jump (em cima de trampolins).

Morada: Galerias Twin Towers, Rua Campolide 351, Lisboa

VivaFit (31,90€)

Por 31,90€ terá acesso a aulas de grupo duas vezes por semana. Os clubes VivaFit— que só funcionam com modalidades e não têm sala de ginásio tradicional — estão em vários locais do país. Em Lisboa há na Estefânia, Rato ou Benfica, por exemplo. Está também em Cascais, Barreiro, Carregado, Guimarães, Felgueiras ou Vila Real. Entre as modalidades há várias opções para tonificação e perda de peso, como o S Barre (uma mistura de ballet, pilates e ioga), a aula de dança sh’bam ou ainda o burn it. A primeira aula é as 8h05 e a última às 19h05.

Complexo Desportivo Supera Areeiro (30,06€)

É a opção ideal para quem treina sempre de manhã, essa espécie de ser humano à qual popularmente se dá o nome de morning person. No Supera tem todas as condições necessárias para treinar bem, a um preço acessível, que dá acesso à sala de ginásio, às modalidades de grupo e às piscinas, nos tempos em que não estiverem a decorrer as aulas.

Morada: Avenida de Roma, 26, Lisboa

Pump Fitness Spirit (15€ – 29€)

Se só treina em horários pouco habituais (sem ser de manhã e final da tarde) ou ao fim de semana, a cadeia de ginásios Pump Fitness-Spirit pode ser a melhor escolha. O plano de adesão Basic (29€) dá acesso ao ginásio todos os dias, das 7 às 17 horas, e inclui a utilização da sala de ginásio e das aulas de grupo, entre as quais se encontram HIIT, TRX, body balance, body pump, total conditioning, cycle ou ioga. Inclui-se ainda aconselhamento nutricional neste plano. O Shot (15€) dá acesso ao ginásio de sexta-feira a domingo, com horário total. Exceto este pormenor, as restantes condições são as mesmas.

Saiba onde ficam os clubes.

Clube Atlético de Alvalade (24€ – 29€)

Se só treina de manhã ou ao final da tarde, e trabalha ou mora no bairro de Alvalade, pondere este clube, que fica numa das ruas perpendiculares à Avenida da Igreja. Por 29€ por mês tem acesso, de manhã (das 9 às 14 horas), à sala de fitness, que inclui máquinas cardiovasculares e material para treino dos músculos. A mensalidade da tarde (24€) dá acesso ao mesmo, mas entre as 17 e as 22 horas.

Morada: Rua Acácio de Paiva, 20, Lisboa

Correr Lisboa (0€)

Por zero euros pode treinar corrida várias vezes por semana em várias zonas de Lisboa. Com diferentes níveis de dificuldade e distâncias, basta ir ao site do maior grupo de corrida da cidade e escolher aquele que mais de adequa à sua preparação física.

Outduros (0€)

Com a primavera e o bom tempo, nada melhor do que treinar ao ar livre. Este grupo organiza várias sessões de treino, quase sempre ao domingo. Trabalha a condição física geral, através do desenvolvimento das capacidades mais básicas e importantes no movimento do ser humano, como puxar, sentar, empurrar ou correr. Para participar, basta estar atento à página de Facebook do grupo, especialmente à quinta-feira, dia em que é anunciado o local e a hora do treino seguinte.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. anabernardino@magg.pt