Drama, ação, amor e conflitos de épica são os ingredientes da nova novela da Globo. “Deus Salve o Rei” chega à televisão na próxima segunda-feira, 7 de maio, e promete juntar comédia e drama ao contar uma história de amor que nasce no meio de um conflito entre dois reinos.

A história passa-se na época medieval na região de Cália, onde os reinos de Montemor e Artena vivem em paz graças a um acordo assinado entre ambos. No entanto, algumas das escolhas feitas pelos monarcas de cada reino colocam em causa o tratado de paz levando a um novo e mais complexo conflito que mudará por completo a história da região.

“Uma história de amor nasce no meio de uma disputa entre dois reinos, mas uma ambição desmedida acaba por colocar em causa a paz dominante”, lê-se na descrição da novela que promete retratar de forma fiel todos os problemas da corte após a morte de Crisélia — uma das personagens fundamentais da narrativa.

Na história há de tudo um pouco, desde um príncipe que, por amor, decide abdicar do trono que lhe pertencia por direito a um rei sábio e benevolente que vê na sua filha a sucessora ideal.

Olhem quem é que vai voltar a procurar baratas em restaurantes

Contudo, esta tem outros planos para o reino e não olhará a meios para atingir os seus fins, distanciando-se em larga escala daquele que foi o reinado pacífico do pai.

“O grande desafio desta novela era conseguir captar a época medieval. Tivemos um grande cuidado, principalmente na identidade visual deste projeto, assim como na fotografia e com o som”, revelou Fabrício Mamberti, diretor artístico, que esteve presente na apresentação da novela em Portugal na passada quinta-feira, 3 de maio.

“Deus Salve o Rei” é uma criação de Daniel Adjafre e o elenco conta com a participação dos portugueses Ricardo Pereira e José Fidalgo, bem como Bruna Marquezine, Marina Rui Barbosa, Romulo EstrelaJohny Massaro.

A nova novela da Globo estreia no dia 7 às 20 horas.