O inevitável aconteceu. Depois de muitas zangas, polémicas e até de um internamento por exaustão, Kanye West voltou a casa (que é como quem diz, ao Twitter) e já anunciou muitas novidades para breve. Entre elas, um livro de filosofia que pode ser lido em tempo real na conta oficial do artista.

Desde 2016 que a vida de Kanye se complicou. Em novembro desse ano, o músico foi muito criticado pelos fãs depois de, num concerto em Sacramento, ter cantado apenas duas músicas após um atraso de quase duas horas. No mesmo concerto, aproveitou o tempo em palco para criticar Jay-Z e a mulher, Beyoncé, e para demonstrar o seu apoio ao novo presidente eleito, Donald Trump.

Dias depois, cancelou os 21 concertos restantes da digressão e foram vários os meios de comunicação que noticiaram que o artista estava a caminho de um centro de internamento por motivos de cansaço emocional. A informação foi confirmada pela sogra, mãe de Kim Kardashian, que disse estar “muito preocupada com o comportamento de Kanye” e que atribuía esta mudança de atitude a uma “digressão longa e exigente”.

Desde então que o rapper andava desaparecido. Apagou a conta oficial do Twitter, no Instagram substituiu todas as fotografias por imagens de roupa e pouco se sabia do que andava a fazer — apesar de alguns rumores que sugeriam um novo álbum de originais para breve.

Pusemos Sarah Wayne Callies a ouvir “Povo Que Lavas no Rio”

Mas na semana de 16 de abril, o músico reapareceu com frases inspiradoras na sua conta oficial que, viríamos a saber uns quantos tweets depois, faziam parte do novo livro de filosofia e de autoajuda que Kanye esta a preparar. São pequenos pensamentos que podem chegar até 280 caracteres e que assentam na loucura espontânea e reflexiva a que Kanye já nos habituou ao longo dos anos.

“Na vida, somos todos atores formados. Quando nascemos somos nós mesmos, mas a primeira coisa que nos ensinam a fazer é a representar. Em casa, os pais são quem nos obrigam a dar os primeiros passos nesta perda de identidade”, lê-se numa das publicações do rapper.

Sem editores e publishers que possam complicar a partilha do “livro”, Kanye escreve diretamente para o público que o quer ler — seja por curiosidade mórbida ou não — e já são várias as reações às inúmeras partilhas do agora escritor norte-americano.

Mas as novidades não se ficam por aqui. No meio de devaneios literários e reflexões sobre a vida em geral, o músico aproveitou para anunciar que o próximo disco chega já a 1 de junho e contará com sete músicas. Na semana seguinte, 8 de junho, lança outro em conjunto com o rapper Kid Cudi, “Kids See Ghost”.

O último álbum de Kanye West, “The Life of Pablo” foi lançado em 2016 em formato exclusivamente digital e foi editado inúmeras vezes pelo próprio com o intuito de “oferecer uma experiência nova e criativa na maneira como ouvimos música.”

Apesar dos inúmeros problemas que surgiram com as alterações às músicas do álbum, o disco foi muito bem recebido pela crítica e é já considerado um dos melhores trabalhos da discografia do músico.