As meninas são mesmo mais próximas do pai?

, por Catarina da Eira Ballestero