7 mulheres confessam o que gostavam de ter feito enquanto ainda eram solteiras

Se pudesse voltar atrás, o que faria se ainda não fosse comprometida? Sete mulheres responderam ao desafio da MAGG.

Muitas mulheres arrependem-se de não terem aproveitado mais a vida antes de se comprometerem com alguém

Dylan Hooper/ Unsplash

António Variações tinha razão: por vezes, todos temos um pouco tendência para querer aquilo que não temos e só estar bem, onde não estamos.

Um destes exemplos claros são as relações. Na generalidade, muitos de nós ambicionam a estabilidade de um relacionamento, ter alguém com quem partilhar a vida, as conquistas, as dificuldades e o comando da televisão.

No entanto, há alturas em que olhamos para trás e percebemos que existem coisas que ficaram para trás, experiências por viver, projetos a alcançar.

Perguntámos a sete mulheres o que gostavam de ter feito se o tempo voltasse atrás — ou seja, antes de entrarem num relacionamento sério ou num casamento:

1. “Viajar pelo mundo.”

Catarina Barcelos, 32 anos, engenheira de telecomunicações e redes

2. “Algo que deveria ter feito antes de casar era ser acompanhada em psicoterapia para me conhecer bem, saber quais as expectativas em relação à vida e ao outro, conhecer melhor a minha visão do mundo e aprender estratégias para lidar melhor com os problemas.”

Teresa Patrício, psicóloga clínica, 52 anos

3. “Viver sozinha fora do país.”

Ana Dória, 32 anos, gestora de marketing

4. “Vivi e experimentei tudo o que esteve ao meu alcance numa juventude super preenchida, um pouco doida e feliz. A única coisa que gostaria de ter experimentado, e não surgiu a oportunidade, foi ter um ‘one night stand’ com outra mulher.”

Andreia Santos, 37 anos, empresária

5. “Viver sozinha, de preferência numa cidade diferente da minha zona de residência. Ou até fora de Portugal.”

Carmen Pires, 37 anos, psicóloga

6. “Gostava de ter experimentado uma infinidade de coisas antes de me ter comprometido na minha atual relação, com apenas 22 anos. Queria ter passado pelo ‘online dating’, de ter saído com (muitas) mais pessoas, inclusive com mulheres. Gostava de ter tido experiências sexuais que não tive e que acho interessantes, como o swing, por exemplo. Mas gostava sobretudo de ter passado mais tempo sozinha, sem fazer nada. Numa relação há constantemente a pressão de ‘entreter’ o parceiro, de fazer conversa, companhia, coisas juntos, de manter uma certa boa imagem. Tenho saudades dos tempos em que podia simplesmente passar um fim de semana inteiro sozinha, na internet, a ler coisas que me interessam, a escrever, pintar, pensar e a beber uma boa garrafa de vinho.”

Leonor Henriques, 27 anos, jornalista

7. “Casei-me muita nova, com apenas 17 anos, e deixei muita coisa para trás, incluindo amigos. E gostava de ter acabado meus estudos.”

Sandra Sousa, 48 anos, florista

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]