Acne na idade adulta: é real, está a aumentar e é pior nas mulheres

Há várias razões que explicam o aparecimento de borbulhas quando a adolescência é só uma memória. A culpa é da alimentação? Nem por isso.

Há cada vez mais mulheres com acne na idade adulta. Mas ninguém sabe explicar porquê

Uma borbulha. Duas. Três. Sete. Nove. E já se perdeu nas contas. Em frente ao espelho, vem a dúvida, a raiva e a incompreensão. Isto não devia estar a acontecer, os adolescentes é que têm acne. Que mundo é este em que um adulto tem a cara cheia de borbulhas? Já não nos basta ter contas para pagar, responsabilidades laborais e faturas por aprovar no Portal das Finanças?

“A acne pode surgir em todas as idades”, explica à MAGG Helena Toda Brito, dermatologista no Hospital Lusíadas Lisboa. “O que se tem verificado, e isto está devidamente documentado, é que tem havido um número crescente de pessoas com acne na fase adulta.”

E não é preciso ter sofrido deste problema na adolescência — é possível ter acne pela primeira vez só na idade adulta, na casa dos 30, 40 e até 50 anos. Os estudos não conseguem explicar porque é que se está a verificar este aumento, no entanto existem várias causas associadas ao aparecimento tardio de borbulhas. E nesta história o chocolate não é o vilão.

Antes de mais, o que é a acne?

Folículo pilossebáceo. Não são duas palavras bonitas, mas é por aqui que começam todos os problemas. A acne é uma doença inflamatória no folículo piloso, que resulta de uma produção excessiva de sebo e de células mortas. Juntam-se estes dois elementos e está montada a receita para a desgraça — que é como quem diz inflamação e proliferação de bactérias. Acne, portanto.

Porque é que temos acne na idade adulta?

Segundo dados da Academia Americana de Dermatologia, 54% das mulheres com mais de 25 anos sofrem com acne no rosto. Porque é que o estudo fala especificamente sobre pessoas do sexo feminino? Porque são estas as maiores vítimas da acne na idade adulta. Na casa dos 40 anos, por exemplo, 11% a 12% das mulheres sofrem com este problema — contra apenas 3% dos homens.

“Não se sabe ao certo o porquê do aumento da prevalência, no entanto existem várias causas associadas ao aparecimento do acne na idade adulta. Em primeiro lugar, a flutuação dos níveis hormonais — o que explica porque é que é mais frequente nas mulheres do que nos homens.”

Começar ou deixar de tomar a pílula pode levar ao aparecimento de borbulhas

Ciclos menstruais, gravidez, menopausa e iniciar ou descontinuar a toma da pílula podem explicar o aparecimento de acne. No fundo, tudo o que interfira com o sistema hormonal.

Outro fator associado é o stress. Uma das reações do nosso organismo à ansiedade e tensão é a produção em excesso de hormonas que estimulam as glândulas sebáceas, o que consequentemente pode levar ao aparecimento ou agravamento da acne.

Há mais razões: o histórico familiar, uma doença previamente não diagnosticada, como por exemplo o hirsutismo (aumento da pilosidade na mulher em zonas do corpo onde normalmente surgem no homem) ou o síndrome dos ovários poliquísticos. Também pode haver uma reação adversa a um medicamento que, alerta Helena Toda Brito, nunca deve ser descontinuado sem aconselhamento médico. Em caso de dúvida, o melhor é confirmar com um especialista.

Outra causa são os cosméticos, tanto para a pele como para o cabelo. Protetores solares, cremes, maquilhagem, todos eles podem estar a contribuir para a acne. O ideal é ler sempre os rótulos de modo a encontrar duas informações preciosas: não comedogénico (significa que o produto foi concebido para não obstruir os poros) ou sem óleo.

Então e a alimentação? O chocolate não faz borbulhas?

“Estes são os factores principais. No que diz respeito à alimentação, neste momento não há evidências significativas de que um alimento em concreto seja responsável pela acne.”

O chocolate não é o maior inimigo da pele

UNIVERSAL ORLANDO

Já foram feitos vários estudos sobre o assunto. O que a ciência tem mostrado é que dietas ricas em hidratos de carbono simples [por exemplo pão branco, arroz branco, doces, refrigerantes] e laticínios, sobretudo magros (leite magro, por exemplo), podem estar associados a um aumento da acne. “Mas a relação entre a alimentação e o aparecimento da acne ainda é controversa. Os estudos ‘sugerem que’, não são categóricos.”

As borbulhas não aparecem no mesmo sítio

“Num adolescente é mais frequente o aparecimento de acne na testa. No adulto, sobretudo na mulher, é tipicamente na linha mandibular, queixo e pescoço.”

Quando o problema é hormonal, a acne manifesta-se sobretudo no terço inferior do rosto — portanto, da zona imediatamente abaixo do nariz até ao queixo, incluíndo também uma parte do pescoço.

Espremer borbulhas está fora de questão?

“Está. Espremer borbulhas aumenta o risco de cicatrizes e pode aumentar a inflamação”, explica à MAGG Helena Toda Brito.

Tem uma destas em casa? O melhor é metê-la no lixo

E também não é boa ideia recorrer aos removedores de borbulhas, aqueles acessórios de metal com duas pontas em forma de gota que encheram os supermercados e lojas.

“Não aconselho. As tentativas de remoção em casa podem agravar o problema. Se for para tirar, que seja num dermatologista, com utilização de material esterilizado e técnicas adequadas.”

A acne na idade adulta tem solução. Mas às vezes os produtos de venda livre não conseguem resolver o problema. Se a situação persistir, o ideal é procurar um dermatologista. E rápido — neste assunto não há mesmo tempo a perder.

“As cicatrizes não surgem apenas porque se espremeu uma borbulha. As borbulhas grandes, com muita inflamação, podem deixar cicatrizes mesmo que não lhes toque. Essa é uma das razões porque se deve procurar logo um dermatologista e não deixar agravar o problema.”

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]